Zapping - Cristina Padiglione

Dani Calabresa homenageia Zilda Cardoso, intérprete original da Catifunda

Atriz disse que só queria que ela soubesse o quanto ela ama reviver a personagem da 'Escolinha'

0
A atriz e comediante Zilda Cardoso interpreta a personagem Catifunda na " Escolinha do professor Raimundo ". Credito:Divulgação/TV Globo - Divulgação/TV Globo

Dani Calabresa, que revive Catifunda na atual versão da "Escolinha do Professor Raimundo", com Bruno Mazzeo como mestre, publicou um texto em sua homenagem no Instagram: “Eu queria muito ter dado um abraço nela. Queria que ela soubesse o quanto eu sou fã dela e o quanto eu amo fazer a Catifunda! Obrigada por me fazer rir, Zilda Um beijo e vá em paz. 'Saravá!'”, disse Dani, repetindo o bordão da personagem.

Intérprete da adorável Catifunda, uma das personagens clássicas da "Escolinha do Professor Raimundo", ao lado de Chico Anysio, a atriz Zilda Cardoso, 83 anos, morreu nesta sexta-feira (20), em seu apartamento no bairro Santa Cecília, em São Paulo.

De acordo com a polícia, a cuidadora chegou à casa de Zilda, que morava sozinha, à tarde. Ela estava na cama e não respondeu aos chamados. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte às 16h12. O corpo passará por exame de necropsia para averiguar a causa da morte. Zilda estava na TV desde os anos 1960, trabalhou na TV Paulista, TV Rio e na “Praça da Alegria” e “A Praça É Nossa”.

Dona Catifunda (Dani Calabresa) - Estevam Avellar/Globo

RETRÔ

Apresentador da Retrospectiva 2019 na Record, que vai ao ar no dia 26, às 22h30, Domingos Meirelles responde à coluna qual fato de 2019, na opinião dele, será lembrado daqui a 50 anos:
"O que vai ser lembrado daqui a 50 anos é a tragédia de Brumadinho. Um exemplo de desídia e descaso do poder público com relação ao outro, à população brasileira. Esse episódio é extremamente marcante no momento em que há uma preocupação mundial com o meio ambiente. Essa tragédia, na verdade, não chegou a ser uma surpresa, ela era uma tragédia anunciada”.

Domingos Meirelles na Retrospectiva 2109
Domingos Meirelles apresenta a Retrospectiva Record 2019 - Antonio Chahestian/Divulgação

DESPEDIDA

Ao apagar das luzes de 2019, mais uma jornalista deixa a Globo. Foi anunciada nesta sexta-feira (20) a saída de Sandra Passarinho. Ela tinha de Globo a mesma idade do Jornal Nacional: 50 anos. Sandra pediu seu desligamento da emissora para ir trabalhar em um novo projeto digital.

Repórter Sandra Passarinho
Sandra Passarinho decide deixar o jornalismo diário para se dedicar a novos projetos - Memória Globo/Reprodução

ANTENA

O presidente da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, José Roberto Maluf, assinou parceria com a TV Unesp, de Bauru, que passa a ser uma nova afiliada da emissora para o público de Bauru e Botucatu. Desde sexta-feira (20), a Cultura chega também a Bertioga pelo Canal Costa Norte.

A BOA DO DIA

Sabrina Sato e Marcos & Belutti estarão no Programa da Maisa
SBT, às 15h15

AUDIÊNCIA


11,3 pontos
teve “A Praça é Nossa”, dando liderança ao SBT na quinta (19)

7,1 pontos
teve o The Noite, de Danilo Gentili, na quinta, líder no horário

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem