Bate-Papo na Web
Descrição de chapéu Facebook

Novo serviço do WhatsApp permite enviar dinheiro sem sair da conversa

É preciso ter cartões de débito de determinados bancos

Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, anuncia serviço de transferência
Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, anuncia serviço de transferência - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O WhatsApp lançou nesta semana o seu serviço de transferência bancária pelo aplicativo. Qual é a vantagem, agora que existe Pix? A principal é a praticidade: é possível enviar dinheiro para alguém sem ter que sair da conversa no app. E também não tem nenhuma tarifa, assim como no Pix.

Para usar o serviço, é preciso ter um cartão de débito Visa (do Banco do Brasil, Bradesco, Mercado Pago, Next, Woop ou Sicredi) ou Mastercard (do Itaú, Nubank, Banco Inter ou Sicredi). E também é preciso ter a atualização mais recente do WhatsApp. Tanto a pessoa que envia o dinheiro quanto quem recebe precisam ter os cartões desses bancos, com essas bandeiras e ter o WhastApp atualizado.

Para fazer uma transferência, abra uma conversa com a pessoa para quem você quer enviar dinheiro. Clique no clipe de papel (em celulares com Android) ou no + (em iPhones) e selecione “Pagamento”.

Digite o valor e, se quiser, uma mensagem. Clique na seta de enviar. Para adicionar a forma de pagamento por meio do Facebook Pay, clique em “Começar” e depois “Continuar”. Leia o termo de serviço, se concordar clique no botão para aceitar e depois em “Continuar”.

Em seguida, crie um PIN de seis dígitos, que será usado para confirmar as transações. Se quiser, pode habilitar o touch ID (leitura da impressão digital).

Nas próximas telas, insira seus dados pessoais e os do cartão de débito. No final, clique em “Verificar agora” e digite o código recebido por SMS. Pronto, aí é só enviar o dinheiro. A outra pessoa vai receber o valor na conta do cartão de débito que ela tiver cadastrado.

É possível enviar até R$ 1.000 por transação e receber até 20 transferências por dia (com o limite de R$ 5.000 por mês). O serviço só funciona com números de telefone do Brasil e para operações dentro do país. E cartões de crédito não servem —é a vingança dos cartões de débito, que não costumam ser aceitos em apps. :)

Bate-Papo na Web

Alessandra Kormann é jornalista, tradutora e roteirista. Trabalhou sete anos na Folha.
Desde 2005, é colunista do Show!, do jornal Agora.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem