Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema Maratona

'Little Fires Everywhere' aborda racismo e maternidade em trama de mistério

Com Reese Witherspoon e Kerry Washington, série da Amazon estreia hoje

Mia Warren (Kerry Washington) e Elena Richardson (Reese Witherspoon) em 'Little Fires Everywhere'

Mia Warren (Kerry Washington) e Elena Richardson (Reese Witherspoon) em 'Little Fires Everywhere' Hulu

São Paulo

Não faltam produções sobre mulheres, famílias e mistério no currículo de Reese Witherspoon. A atriz, que interpreta a audaciosa Madeline de "Big Little Lies" (HBO), produz e protagoniza agora a nova minissérie de oito episódios da Amazon Prime Video, “Little Fires Everywhere”, que estreia nesta sexta-feira (22).

Baseada no best-seller homônimo da autora Celeste Ng, a história retrata Elena Richardson (Reese Witherspoon), uma mulher da classe alta, em uma família com “problemas de classe alta”, que aluga uma casa para uma artista misteriosa, Mia Warren (Kerry Washington, de “Scandal”), que vive de forma itinerante com sua filha, Pearl (Lexi Underwood), e cuja a história é revelada ao longo dos episódios.

Apesar das diferenças de classe e raça, as duas famílias parecem encontrar pontos em comum ao longo da trama, que se mesclam com cenas mais intensas e obscuras. Ao que tudo indica, este relacionamento gera um futuro incêndio, que destrói completamente a mansão da personagem de Witherspoon, em uma cena mostrada nos primeiros segundos do primeiro episódio da trama.

O fogo, já evidenciado no título da série, não se restringe apenas ao da casa de Elena. Ele está nas cenas em que o sol escapa por entre a paisagem, e nas dezenas de brigas familiares –Mia Warren começa a perceber mentiras contadas por sua filha, de quem ela esconde seu passado, e Elena parece não ter uma boa relação com seu marido, e muito menos com suas filhas adolescentes. Uma delas queima metade de seu próprio cabelo em um ato de rebeldia.

Assim como em “Big Little Lies”, Witherspoon mostra que as “famílias perfeitas” não são tão perfeitas assim; que existem múltiplas formas de lidar com seus filhos –e colher consequências disso– sem maniqueísmos, e que o mistério pode estar em qualquer trama paralela de uma mulher, adulta ou adolescente. O foco é, mais uma vez, as fortes personalidades femininas da trama, e não nos diversos homens que também aparecem nela, mas por vezes retratados de forma mais infantil.

Mais do que isso, a série insere com muita sutileza temas como o racismo velado –não apenas contra negros, mas também asiáticos–, presentes em cenas esteticamente semelhantes que se repetem em episódios diferentes, e que retratam as diversas formas como pessoas de etnias diferentes são vistas, de forma geral, pela sociedade.

'Little Fires Everywhere'

  • Quando Estreia 22/05
  • Onde Amazon Prime Video
  • Classificação 16 anos
  • Autor Celeste Ng
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem