Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema Maratona

Filme 'Ricos de Amor', da Netflix, discute desigualdade e assédio em meio a clichês

Comédia romântica brasileira tem Danilo Mesquita e Giovanna Lancellotti

Cena do filme

Cena do filme "Riscos de Amor" (Netflix), com Giovanna Lancellotti e Danilo Mesquita Divulgação

São Paulo

Após o sucesso de "Modo Avião" (2020), a Netflix estreia nesta quinta-feira (30) sua nova comédia romântica brasileira, "Ricos de Amor", que reúne os atores Danilo Mesquita, 28, e Giovanna Lancellotti, 26, numa aventura encantadora, mas que, mesmo cheia de clichês, discute temas fortes e importantes.

O longa conta a história de Teto (Danilo Mesquita), um jovem rico e mulherendo que vive sem muitas responsabilidades até se encantar pela médica Paula (Giovanna Lancellotti). Por causa desse amor e confrontado pelo amigo Igor (Jaffar Bambirra), ele decide fingir ser pobre, o que dá início a muita confusão.

"Teto é um personagem cheio de equívocos, que vive num mundo construído para ele, completamente distante do mundo real. Mas ver a vida dar a ele a oportunidade de aprender é muito legal. Entender a transformação dele, ver até que ponto a gente pode mudar. Tudo isso é desafiador", afirma Mesquita.

O ator, que esteve recentemente na novela "Éramos Seis" (Globo, 2019-2020) e na série "Spectro" (Netflix, 2020), nunca tinha feito um longa e afirma que ingressou no projeto pelo desafio de fazer uma comédia romântica, um gênero diferente de seus últimos trabalhos, e por contracenar com Giovanna.

"Eu tinha acabado de trabalhar com ela em 'Segundo Sol' (Globo, 2018), então quando me convidaram e falaram que seria com a Giovanna... foi importante para eu falar sim. Eu liguei, e ela falou ‘o Bruno [Garotti, diretor] é massa, a gente vai se divertir’”, conta o ator.

Em meio às tentativas de Teto para conquistar Paula e uma vaga de emprego na empresa da família sem usar seu nome e contatos, o filme discute de forma leve assuntos como desigualdade social, nepotismo e até assédio, na pele do doutor Vitor (Caio Paduan), médico chefe de Paula.

Giovanna Lancellotti conta que, para se preparar para o personagem, teve a ajuda dos pais, que são médicos. Apesar disso, ela afirma que foram poucas as semelhanças encontras com Paula. "Ela é muito diferente de mim, temos energias diferentes. Eu me acho mais extrovertida, falante, mais expressiva."

"Mas acho lindo quando a gente consegue interpretar um personagem diferente do que a gente é, colocando pitadas de sua personalidade, coisas suas para ‘dar match’. Você vai criando carinho pela personagem, vai torcendo por ela. Fica pensando em coisas para deixá-la mais real”, acrescenta a atriz.

Outra personagem importante na trama é Monique, interpretada pela atriz e cantora carioca Lellê, uma jovem negra e pobre que perde o emprego para que Teto seja incluído na empresa da família, mas que no decorrer da trama se torna aliada do playboy. Segundo a atriz, eles mostram os contrastes de dois mundos, mas que se abrem um ao outro.

"Monique vem de um lugar extremamente machista e acabou criando uma defesa para tentar se impor dentro dos lugares, como no trabalho. O encontro com Teto, num primeiro momento, não tinha possibilidade de diálogo, são mundos muito diferentes, mas depois isso muda, ela vê o lado positivo dele”, afirma.

Também estão no elenco Fernanda Paes Leme, Ernani Morais e Bruna Griphão.

"Ricos de Amor"

  • Onde Netflix
  • Classificação 12 anos
  • Elenco Danilo Mesquita, Giovanna Lancellotti, Jaffar Bambirra, Lellê
  • Direção Bruno Garotti
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem