Cinema e Séries

'Sandman', de Neil Gaiman, vai virar série em live-action na Netflix

Mesmo autor de 'Deuses Americanos' e 'Good Omens'

Elvis Mitchell entrevista Neil Gaiman na pré-estreia de "Good Omens"
Elvis Mitchell entrevista Neil Gaiman na pré-estreia de "Good Omens" - Araya Diaz/AFP
São Paulo

A série de HQ 'Sandman', de Neil Gaiman, será transformada em uma produção em live-action (com atores reais) para a Netflix. 

Duas obras do autor americano já foram transformadas em série pela Amazon Prime Video, os romances "Deuses Americanos" e "Good Omens",.  

Há mais de três anos a produtora americana New Line já tentava transformar a graphic novel em um longa-metragem, até que a Netflix conseguiu firmar um contrato com a Warner Bros. Television para  produzir uma série, segundo informa o site Hollywood Reporter. 

Allan Heinberg, roteirista de "Mulher Maravilha" e "Grey's Anatomy", está pronto para escrever e atuar como showrunner da série. Gaiman, que criou o quadrinho mensal, será produtor executivo ao lado de David Goyer. Gaiman e Goyer estavam ligados às tentativas mais recentes da New Line de adaptar Sandman para as telonas.

As tentativas de transformar Sandman em uma franquia de filmes de longa-metragem começaram na década de 1990 com a Warner Bros. –empresa controladora da Vertigo, a antiga editora da DC Comics. Fontes do site dizem que essa será a série de TV mais cara que a DC Entertainment já fez. 

O site americano procurou a Netflix e a Warner, mas as empresas se recusaram a comentar um acordo ainda não formalizado. ​

Sandman, personagem de história em quadrinhos, criado por Craig Hamilton, em 1994
Sandman, personagem de história em quadrinhos, criado por Craig Hamilton, em 1994 - Reprodução
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem