Cinema e Séries

Liam Neeson revela discriminação em Hollywood: 'Não seria atriz nem por dinheiro'

Artista tem quatro filmes em produção

O ator Liam Neeson - AFP
São Paulo

Reconhecido como um dos melhores e mais conceituados atores de filmes de suspense, o britânico Liam Neeson, 67, parece não ter problemas para arrumar trabalho em Hollywood. Ele fez dois filmes em 2019 e há pelo menos mais quatro em produção.

Porém, ele reconhece que a vida das atrizes é muito mais complicada. Em recente entrevista à Europa Press, comentou sobre o que seria de sua vida caso ele tivesse nascido mulher. 

“Se fosse mulher não seria atriz em Hollywood nem que me dessem todo o dinheiro do mundo”, disparou. Ele revelou que há muita discriminação nesse meio, sobretudo quando as mulheres atingem idade próxima aos 40 anos.

“Vejo mulheres bonitas que, quando já têm uma certa idade, ficam de repente com a cara esticada”, disse. 

Entre os sucessos de bilheteria de Neeson, destaque para longas como “Busca Impalcável” (2008), “Esquadrão Classe A” (2010), “Sem Escalas” (2014) e “O Passageiro” (2018).

 

Recentemente, o ator britânico fez outra confissão marcante. Ao The Independent Liam Neeson disse ter sido dominado pela vontade de matar um homem negro para se vingar de uma amiga vítima de estupro, e disse que se sente profundamente arrependido por isso.

"Eu perguntei se ela sabia quem fez isso. E de que cor era o responsável?. Ela disse que tinha sido uma pessoa negra", afirmou.

"Tenho vergonha de dizer. Andava pelas ruas com uma barra de ferro, esperando alguém se aproximar. Eu fiz isso mais ou menos por uma semana, na esperança de que um 'bastardo negro' saísse de um pub para que eu confrontasse algo", lembrou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias