Cinema e Séries

Melissa McCarthy leva o Framboesa de Ouro de pior atriz em dois filmes; Trump é escolhido pior ator

Prêmio 'celebrar' o pior do cinema todos os anos na véspera do Oscar

Melissa McCarthy
Melissa McCarthy - David McNew/ Reuters

Los Angeles

A atriz Melissa McCarthy, 48, deveria começar a acreditar no ditado de que "qualquer publicidade é boa publicidade", já que ganhou o prêmio Framboesa de Ouro de pior atriz do ano, não por um, mas dois filmes. 

O prêmio é entregue todos os anos na véspera do cobiçado Oscar para "celebrar" o pior do cinema —e encontrou alvos fáceis na comédia "Holmes & Watson" e no pornô soft "Cinquenta Tons de Liberdade".

McCarthy, uma das atrizes mais populares de Hollywood, foi citada por seus papéis em "Crimes em Happytime" e "Alma da Festa", um filme definido pelo crítico Leigh Monson como "100 minutos de autoindulgência e tédio".

Mas os Framboesas, que afirmam ser um exercício construtivo de "zombaria catártica", também concederam a McCarthy um prêmio redentor por seu desempenho indicado ao Oscar e amplamente elogiado como uma falsificadora em "Poderia me Perdoar?"

O crítico Joe Morgenstern disse que ela desempenhou o papel "com perspicácia infalível e entusiasmo feroz". 

Mas o prêmio mirou mesmo em "Holmes & Watson". A obra recebeu não apenas o prêmio de pior filme, como também de pior ator coadjuvante para John C. Reilly, 53, pior diretor para Etan Cohen, 44, e pior remake ou sequência.

O filme também foi indicado para pior ator, Will Ferrell, 51, pior dupla em cena (Ferrell e C. Reilly)  "por destruírem dois dos personagens mais queridos da literatura", segundo os organizadores. 

O presidente americano Donald Trump foi outro grande vencedor do Framboesa de Ouro.

Ele foi consagrado como pior ator por aparições como ele mesmo em documentários como "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9" —o último filme do diretor Michael Moore também recebeu um prêmio de pior atriz coadjuvante para a conselheira Kellyanne Conway.

E o prêmio de pior dupla foi para "Donald J. Trump e sua eterna mesquinhez", também pelos mesmos filmes.

O drama erótico "Cinquenta Tons de Liberdade" foi premiado como pior roteiro. A última parte de "Cinquenta Tons de Cinza" (2015) teve uma classificação de 12% no renomado site Rotten Tomatoes.

Peter Travers, da Rolling Stone, escreveu que "nós atingimos oficialmente o fundo do poço. Chicotes, correntes e outras parafernálias sadomasoquistas não são nada comparados com a pura tortura de assistir a este filme".

O Framboesa de Ouro foi concedido pela primeira vez em 1981 em uma sala de estar de Los Angeles, ideia de formandos de cinema da UCLA e veteranos da indústria que escolheram a framboesa —um símbolo de escárnio— para "honrar" o pior dos filmes de Hollywood.

 

Veja os vencedores:

Pior filme
"Crimes em Happytime"
"Gotti"
"A Maldição da Casa Winchester"
"Holmes & Watson"
"Robin Hood – A Origem"

Pior atriz
Amanda Seyfried, "The Clapper"
Melissa McCarthy, "Crimes em Happytime" e "Alma da Festa"
Helen Mirren, "A Maldição da Casa Winchester"
Jennifer Garner, "A Justiceira"
Amber Heard, "London Fields"

Pior ator
Johnny Depp, "Gnomeu e Julieta"
Will Ferrell, "Holmes & Watson"
John Travolta, "Gotti"
Donald Trump, "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9"
Bruce Willis, "Desejo de Matar"

Pior diretor
Etan Cohen, "Holmes & Watson"
Kevin Connolly, "Gotti"
James Foley, "50 Tons de Liberdade"
Brian Henson, "Crimes em Happytime"
Os Irmãos Spierig, "A Maldição da Casa de Winchester"

Pior ator coadjuvante
Jamie Foxx, "Robin Hood – A Origem"
Ludacris, "Show Dogs"
Joel McHale, "Crimes em Happytime"
John C. Reilly, "Holmes & Watson"
Justice Smith, "Jurassic World: Reino Ameaçado"

Pior atriz coadjuvante
Kellyanne Conway, "Fahrenheit 11/9"
Marcia Gay Harden, "50 Tons de Liberdade"
Kelly Preston, "Gotti"
Jaz Sinclair, "Slender Man"
Melania Trump, "Fahrenheit 11/9"

Pior combinação
Qualquer combinação de bonecos ou atores (principalmente cenas de sexo) em "Crimes em Happytime"
Johnny Depp e sua carreira declinante em "Gnomeu e Julieta"
Will Ferrell e John C. Reilly em "Holmes & Watson"
Kelly Preston e John Travolta em "Gotti"
Donald Trump e sua interminável mesquinharia em "Death of a Nation" e "Fahrenheit 11/9"

Pior remake, sequência ou cópia
"Death of a Nation"
"Desejo de Matar"
"Holmes & Watson"
"The Meg"
"Robin Hood – A Origem"

Pior roteiro
"Death of a Nation”
"50 Tons de Liberdade"
"Gotti"
"Crimes em Happytime"
"A Maldição da Casa de Winchester"

AFP
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem