Cinema e Séries

Após controvérsia sobre Oscar, Kevin Hart se destaca em filme no topo das bilheterias dos EUA

Comediante negou notícias de que apresentaria a premiação

Ator Kevin Hart
Ator Kevin Hart - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Ele não vai mesmo apresentar o Oscar, mas tem um filme no topo do ranking de bilheterias para celebrar. 

Apenas alguns dias depois de negar notícias de que apresentaria o Oscar, o ator e comediante Kevin Hart volta ao topo do ranking de bilheteria do Estados Unidos com "The Upside", do estúdio STX, uma comédia dramática em que ele interpreta um ex-presidiário negro que se torna cuidador e amigo de um rico branco paraplégico, interpretado por Bryan Cranston.

Apesar de uma recepção nada entusiástica da crítica (o filme só tem 40% de opiniões positivas no site Rotten Tomatoes), "The Upside" excedeu as expectativas da maioria dos analistas e vendeu US$ 19,6 milhões em ingressos em seu final de semana de estreia.

O desempenho do filme é especialmente notável se levarmos em conta a controvérsia que cercava Hart durante sua campanha de promoção do novo trabalho.

Em dezembro, pouco depois de Hart ser anunciado com o apresentador do Oscar, tuites e comentários que ele fez no passado e foram considerados homofóbicos ressurgiram, e ele desistiu do trabalho.

Desde então, suas entrevistas para promover "the Upside" vêm envolvendo discussões sobre a controvérsia. Mas as audiências não parecem querer punir Hart. Compraram ingressos em número suficiente para que "The Upside" derrotasse o megassucesso "Aquaman" e chegasse ao primeiro lugar do ranking de bilheteria.

Não que o estúdio Warner Bros., responsável por "Aquaman", tenha muito a reclamar. O filme de super-herói estrelado por Jason Momoa faturou US$ 17,3 milhões no final de semana, nos Estados Unidos, e mais US$ 27,9 milhões no exterior, o que elevou sua bilheteria mundial cumulativa a US$ 1,02 bilhão, de acordo com o estúdio.

"Aquaman" liderou o ranking de bilheteria dos Estados Unidos por três semanas consecutivas, e seus fortes resultados internacionais cimentaram Momoa - vindo da série "Game of Thrones" - como astro muito lucrativo.

"A Dog's Way Home", da Sony, foi a única outra estreia no top 10 de bilheteria, chegando ao terceiro lugar, com US$ 11,3 milhões, em seu final de semana de abertura, de acordo com a Comscore, que compila dados de bilheteria.

O filme para famílias, dirigido por Charles Martin Smith, é estrelado por um cachorro real que faz uma jornada difícil ao lado de um puma criado por computação gráfica.

The New York Times

Tradução de Paulo Migliacci

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem