Cinema e Séries

'O Retorno de Mary Poppins' traz alguma mágica ao mundo, afirma elenco em pré-estreia

'Ela tem muita relevância para pessoas', afirma Emily Blunt

Pré-estreia de "O Retorno de Mary Poppins" em Londres
Pré-estreia de "O Retorno de Mary Poppins" em Londres - John Sibley-12.dez.2018/Reuters
Londres

A volta de Mary Poppins aos cinemas traz um pouco de mágica mais que necessária a um mundo que vive tempos incertos, disse o elenco do novo filme a respeito da amada babá. Na noite desta quarta (12) teve a da pré-estreia da atração da Disney em Londres.

Mais de 50 anos depois de Julie Andrews conquistar crianças e adultos de todo o mundo com sua interpretação da babá rígida mas bondosa, "O Retorno de Mary Poppins" a mostra igual ao visitar os agora maduros Michael e Jane Banks em um momento de necessidade.

Apesar do frio de dezembro, a pitoresca Alameda da Cerejeira do filme floresceu diante da casa de espetáculos Royal Albert Hall, já que várias das plantas decoraram a escadaria de uma réplica da casa dos Banks.

A atriz britânica Emily Blunt liderou o elenco no tapete azul poucas horas depois de ser indicada a mais um prêmio pelo papel baseado nos livros de P.L. Travers. “Ela tem muita relevância para pessoas de todo o mundo quando as coisas parecem bastante frágeis”, disse Emily sobre sua personagem. “Ela é uma grande unificadora”.

A atriz disse que não conversou recentemente com Julie, que recebeu um Oscar em 1964 por sua atuação no “Mary Poppins” original, mas soube que ela viu a sequência.

“Soube que ela acabou de ver o filme e o adorou, e isso significa muito para nós”, disse Emily, que assim como Julie canta no filme. “Espero que as próximas gerações cantem estas canções... elas são cativantes e maravilhosas”.

O novo filme se passa cerca de 20 anos depois do primeiro, e as plateias conhecerão os três filhos do próprio Michael Banks. Lin-Manuel Miranda, criador do premiado musical “Hamilton”, interpreta o acendedor de lâmpadas Jack —papel semelhante ao do limpador de chaminés de Dick Van Dyke no original.

“Mary Poppins não aparece quando tudo está bem. Mary Poppins aparece quando há problemas”, disse. “Sinto que o mundo passa por um momento assustador, e por isso parece ser um filme que o mundo precisa neste momento”.

A última a chegar foi Meryl Streep, atriz dona de vários Oscars que também estrela a produção. “Ele pode ser visto como um momento de alegria, e é bom lembrar o que é adorável na vida”, disse.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias