Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Celebridades

Mark Ruffalo vê live de Lula e manda apoio aos 'bravos brasileiros da democracia'

Ator se diz feliz por poder acrescentar voz e alertar sobre a eleição

O ator Mark Ruffalo - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ator Mark Ruffalo, 54, é o mais recente nome internacional a apoiar a Lula nas eleições presidenciais do Brasil. Pelas redes sociais, o artista publicou o link da live do candidato, realizada nesta segunda-feira (26), e pediu que seus seguidores assistissem "as palavras de muitos bravos defensores brasileiros da democracia e do planeta".

"Hoje, humildemente acrescento minha voz para alertar para as consequências globais da eleição brasileira. Você pode assistir minha mensagem e, mais importante, as palavras de muitos bravos defensores brasileiros da democracia e do planeta na transmissão ao vivo de hoje. Lula falará em breve!", escreveu o ator que também teve um vídeo exibido no evento no qual falava sobre a preservação da Amazônia.

Ruffalo sempre se mostrou atento ao que acontecia politicamente no Brasil. Em junho, publicou no Twitter a foto de um caminhão com a imagem do presidente Jair Bolsonaro (PL) e a mensagem pedindo para "não confiarem em Bolsonaro". Na publicação, ele marcou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que iria se reunir com o brasileiro.

"Caro presidente Joe Biden, o homem com quem você está se encontrando hoje não respeita a democracia e ameaça consistentemente um golpe. Quando as audiências [na Cúpula das Américas] começarem lembre-se de ficar do lado da democracia", escreveu o ator na ocasião.

No dia seguinte, Bolsonaro o ironizou: "Caro Mark Ruffles [ironia com nome dele], calma! Tenho certeza que você nunca leu a Constituição brasileira, mas posso garantir que não é nada como os roteiros complicados do Hulk que você tem que memorizar: ‘AHGFRR’. Leia e você descobrirá que não estou apenas respeitando, mas protegendo o Estado de Direito do Brasil", postou o presidente.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas