Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Johnny Depp diz que é 'brutal' ouvir acusações de violência doméstica

Ator está processando Amber Heard por difamação

Ator Johnny Depp
Ator Johnny Depp - Kevin Dietsch/AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Chris Lefkow
AFP

O ator Johnny Depp , 58, disse que é "inimaginavelmente brutal" ouvir as acusações "ultrajantes" de violência doméstica feitas pela ex-mulher Amber Heard, 36. As afirmações foram feitas nesta quarta-feira (25) durante o julgamento por difamação que move contra a atriz, no tribunal de Virgínia, nos Estados Unidos.

"Nenhum ser humano é perfeito, claro que não, nenhum de nós, mas nunca cometi agressão sexual ou abuso físico na minha vida", disse o ator no julgamento por difamação que está chegando ao fim após seis semanas.

No banco das testemunhas, Depp foi questionado por seus advogados como foi ouvir o depoimento de Heard. "É uma loucura ouvir as terríveis acusações de violência, de violência sexual, que ela me atribui", disse. "Todas essas histórias ultrajantes de que eu fiz essas coisas", acrescentou o ator.

"Horrível, ridículo, humilhante, absurdo, doloroso, selvagem, brutal de uma forma inimaginável, cruel e tudo falso", disse o ator ao júri. "Tudo falso", enfatizou.

O ator afirmou que ninguém "gosta de ter que se expor assim e dizer a verdade", mas que precisava enfrentar "o que carrega, sem querer, há seis anos".

Heard e Depp foram casados ​​de 2015 a 2017. Em maio de 2016, a atriz obteve uma ordem de restrição contra o então marido, alegando violência doméstica.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem