Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Amber Heard diz que Johnny Depp a 'enforcou' com camisa durante Lua de Mel

Depoimento da artista foi retomado nesta segunda-feira (16)

A atriz Amber Heard e o ator Johnny Depp - REUTERS
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O julgamento entre Johnny Depp, 58, e Amber Heard, 36, foi retomado nesta segunda-feira (16), e seguiu com o testemunho da atriz, após uma semana paralisado. Ela chegou a afirmar que foi "enforcada" com uma camisa pelo ex-marido e astro do cinema.

A briga teria acontecido no ano de 2015, durante a Lua de Mel do ex-casal. "Toda vez que ele me puxava para longe da lateral do carro, ele me jogava contra a parede", disse a atriz. "Ele arrancou a própria camisa e envolveu em volta do meu pescoço e foi assim que eu acordei na manhã seguinte."

Heard ainda afirmou ter medo que Depp a matasse. Além disso, ela relembrou de uma briga que teve com o ator em seu aniversário de 30 anos. A atriz disse que ele a agarrou e perguntou: "Você quer ser durona como um homem?", e que ela precisou usar a palavra de segurança do casal --"sofá"-- para ele parar.

Ela ainda negou que fosse culpada pelo cocô encontrado na cama de Depp. A artista alegou que o culpado seria o cachorro do ator, chamado Boo, que teria passado por problemas intestinais após comer maconha do esconderijo do artista.

Heard diz que antes de ela e suas amigas irem para o Coachella, os cachorros estavam em cima da cama, e foi quando o incidente aconteceu. O ator diz que as fezes eram grandes demais para o cachorro, que na época era um filhote, produzir.

Antes de o depoimento ser retomado, a equipe de advogados da atriz afirmou ao TMZ que espera que os advogados de Depp envergonhem a artista. "Esperamos que os advogados de Depp batam na vítima. Tememos que seja igualmente vergonhoso e desesperado. E, a evidência esmagadora --a verdade-- não está do lado de Depp", disseram.

O julgamento do processo que o ator Johnny Depp move contra sua ex-mulher, a atriz Amber Heard por difamação, começou em 11 de abril, na Virgínia, nos EUA, e deve durar cerca de seis semanas. Além disso, todos os procedimentos serão televisionados.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem