Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Boca Rosa diz que é pansexual e conta que Fred tem 'mais ciúmes de mulher'

Empresária esteve no programa SaladaSato com Sabrina Sato

Bianca Andrade (Boca Rosa) e Fred - Instagram/bianca
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A ex-BBB e influenciadora Bianca Andrade, 27, falou sobre como se descobriu pansexual e também de sua relação com seu marido, Fred, 32. Ela foi uma das convidadas do programa de entrevistas SaladaSato, disponível no YouTube de Sabrina Sato.

Também conhecida pelo apelido Boca Rosa, ela contou que começou a namorar muito nova, por isso sempre acreditou ser heterossexual. Quando terminou o relacionamento, aos 22 anos, a influenciadora afirma que "soltou a fera".

"Fiquei louca, chutei o balde, falei que ninguém me prendia mais e iria beijar todo mundo. Eu não me importava se era homem, mulher ou trans. Eu gosto das pessoas, independente do gênero", comenta na conversa com Sato, Mônica Martelli e o influenciador digital Yarley.

"Meu marido, por exemplo, era tão maneiro, inteligente, engraçado, que me apaixonei. Eu descobri que era pansexual e comecei a me desconstruir", continuou ela, que diz que sua mãe foi a primeira a saber. Bianca ainda revelou que o pai de seu primeiro filho, Cris, sente mais ciúmes de mulheres do que de homens.

"Meu marido tem muito mais ciúme de mulher do que de homem. Eu já tinha fechado minha porteira para homem. Por causa do machismo, é difícil ter um que realmente trate a gente como a gente merece. Mulher é mais sensual, provocante", afirmou a empresária.

Bianca ainda afirmou que nunca se viu "presa" a alguém, de forma romântica. "Eu tinha dificuldade de colocar a minha felicidade na responsabilidade de outra pessoa. Eu não queria compromisso com ninguém, então eu não tinha mais esse romantismo —isso eu estou falando de um ano atrás", conta.

No entanto, ela diz que essa característica a fez perceber o que era o amor verdadeiro. "Isso é muito saudável. Ser assim, desprendida, e não colocar muita expectativa no amor, me fez conhecer o amor de verdade", conclui.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem