Celebridades

Arthur Picoli rebate críticas após comprar carro de cerca de R$ 445 mil

'Nunca fui filhinho de papai e mamãe', disse ex-BBB

Homem em frente a carro branco
O ex-BBB Arthur Picoli - Instagram/arthurpicoli
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ex-BBB e personal trainer Arthur Picoli, 27, rebateu comentários por ter comprado um carro de quase meio milhão de reais. Em suas redes sociais, ele mostrou que comprou uma BMW X4, que no site oficial da marca, tem preços a partir de cerca de R$ 445 mil.

"Aqui é correria desde os 14 anos, nunca fui filhinho de papai e mamãe. Então segura e olha para os lados na hora de atravessar, porque a BM está na pista e difusor está aberto", escreveu ele em seus Stories nesta terça-feira (23).

"Ninguém nunca veio me aplaudir e elogiar por andar de ônibus por 26 anos da minha vida", completou o personal trainer em seu Twitter. Nos comentários fãs e internautas apoiaram Picoli. "Humildade você tem de sobra", disse uma. "Era só o que faltava, que povo chato", escreveu outra.

Recentemente, ele sofreu uma tentativa de assalto no trânsito nesta sexta-feira (13). Ele mesmo fez um relato do ocorrido em suas redes sociais, tranquilizando os fãs de que foi apenas um susto e nada foi roubado nem ninguém ficou ferido.

"Mano! Tentaram assaltar o Uber em que eu estou. Meteram a arma na janela. O cara [motorista] acelerou e conseguimos vazar no sinal fechado", relatou ele no Twitter. Em seguida, ele ainda brincou: "galera perguntando se roubaram meu celular. Estou tuitando por sinal de fumaça."

Picoli não informou nas redes sociais onde estava quando sofreu a tentativa de assalto, mas ele mora no Rio de Janeiro. O ex-BBB já tinha revelado que sofreu ataques e perseguições de haters após deixar o Big Brother Brasil 21, o que o levou a doar seu carro, para não ser reconhecido no trânsito.

"Eu dei o meu carro. Por causa de placa. As pessoas me seguiam quando eu ia treinar. Me filmavam entrando na academia, depois eu saindo, entrando no carro, o carro saindo e elas indo atrás", afirmou em entrevista ao canal Rap 77.

"A galera estava realmente atrás de mim. E eu não acreditava, achava que era adolescente da Internet. E baseado em quê? O que eu fiz para isso? Ameaçaram minha mãe, meu sobrinho de 2 anos", relembrou ele, que admitiu erros em seu relacionamento com a atriz Carla Diaz, 30, no programa.

"Nunca tinha ficado com ninguém famoso. Não sabia nem como cantá-la", explica ele. "Aqui fora a vida é boa, eu me dou muito bem. Há dois anos eu morava num distrito de 3.000 habitantes. Lá dentro tem nove câmeras só na cozinha, fora o que gente não vê."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem