Celebridades

Arthur Picoli diz que deu seu carro após sofrer perseguições: 'Me seguiam'

Ex-BBB comenta que errou na relação com Carla Diaz

Arthur Picoli, do BBB 21
Arthur Picoli, do BBB 21 - João Cotta/TVGlobo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ex-BBB Arthur Picoli, 27, disse em entrevista ao canal Rap 77 que cometeu erros em seu relacionamento com a atriz Carla Diaz, 30, durante a 21ª edição do reality e que sofreu ataques e perseguições por haters após a saída da casa mais vigiada do Brasil.

"Nunca tinha ficado com ninguém famoso. Não sabia nem como cantá-la", explica ele. "Aqui fora a vida é boa, eu me dou muito bem. Há dois anos eu morava num distrito de três mil habitantes. Lá dentro tem nove câmeras só na cozinha, fora o que gente não vê."

Picoli diz que suas atitudes tiveram uma visão deturpada por parte do público. "Antes do paredão falso eu falei: 'Vamos nos afastar porque quem está comigo, está saindo'. Só que a gente morava junto, não tinha como afastar. O que ia afastar era eliminação", relembra.

"Eu errei, falei diversas besteiras, bobagens, como falamos aqui. Se colocassem uma câmera na cara de todo mundo, todo mundo se ferra. Sobre o negócio de ajoelhar, ela já falou milhões de vezes que foi premeditado para mostrar que estávamos jogando junto, e a galera taxa como uma coisa diferente."

"Igual falam do lance do 'partiu' [resposta que Arthur deu a Carla]. Em momento algum eu fui seco, eu fiquei das 22h às 10h bebendo, uma hora depois ela chegou na casa. Eu não estava nem de ressaca, estava bêbado ainda. E é meu jeito. As pessoas não aceitam o jeito das pessoas", completou.

Ele comenta que além de ataques sofridos na Internet após o reality, foi seguido por pessoas nas ruas e precisou dar embora seu carro. "Eu dei o meu carro. Por causa de placa. As pessoas me seguiam quando eu ia treinar. Me filmavam entrando na academia, depois eu saindo, entrando no carro, o carro saindo e elas indo atrás."

"A galera estava realmente atrás de mim. E eu não acreditava, achava que era adolescente da Internet. E baseado em quê? O que eu fiz para isso? Ameaçaram minha mãe, meu sobrinho de 2 anos", relembrou. Ele ainda diz que tem dificuldade em mostrar seus sentimentos. "Resenhar é superfácil, tenho facilidade de falar com as pessoas, mas, quando o assunto é relacionamento, desanda tudo."

Recentemente, o ex-BBB foi contratado pelo clube carioca para disputar partidas de futebol society, também chamado de Futebol 7. Ele festejou pelas redes sociais. “Dia de realizar um sonho: Ser jogador do Mengão. Obrigado pelo convite e prometo dar o meu melhor”, celebrou.

O desejo de voltar a atuar nos gramados era algo bastante claro na mente de Picoli. Ele foi atleta da base do Atlético Goianiense e da Ponte Preta, mas deixou a bola por causa de lesões. Com isso, se dedicou ao crossfit.

“São muitos os fatores que levaram a diretoria do Flamengo Fut7/SHC a toparem a ideia. Quando o Bruno Almeida, nosso diretor, trouxe a ideia, vimos que era uma boa. O Arthur é bom jogador e chega já sabendo da grandeza do projeto e, certamente, nos ajudará nas competições”, disse o presidente do Fut 7 do clube.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem