Celebridades
Descrição de chapéu Coronavírus

Wesley Safadão é investigado por suspeita de escolher vacina

Ministério Público do Ceará também apura se a mulher dele furou fila

Wesley Safadão recebe vacina contra a Covid-19 em Fortaleza
Wesley Safadão recebe vacina contra a Covid-19 em Fortaleza - Instagram/@wesleysafadao
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Wesley Safadão, 32, e a mulher, Thyane Dantas, estão na mira do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Na sexta-feira (9), o órgão instaurou um procedimento preliminar de natureza criminal para apurar supostas irregularidades na vacinação do casal.

O cantor é investigado por suspeita de ter se vacinado em local diferente do agendado para poder escolher o imunizante que queria receber. Ele foi vacinado na quinta-feira (8) em um shopping de Fortaleza, mesmo estando agendado para receber a dose no Centro de Eventos da cidade.

Por sua vez, Dantas também recebeu o imunizante na mesma ocasião. Ocorre que ela tem 30 anos e ainda não está na faixa de idade que estava autorizada a receber a vacina até aquela data. O nome dela não aparece nas listas de agendamento divulgadas pela Prefeitura de Fortaleza.

De acordo com o MPCE, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) será inquirida a dar detalhes sobre o fato para apurar o possível crime. "O Ministério Público também vai requerer informações sobre os servidores responsáveis pelo preenchimento dos cartões e pela aplicação da vacina", afirma o órgão.

Na quinta-feira (8), a própria SMS já havia instaurado um processo administrativo para apurar a aplicação da vacinação de Thyane após diversas queixas nas redes sociais. Ao F5, a assessoria de imprensa do cantor disse que não iria se pronunciar.

Segundo contou ao G1, a dose que a influenciadora digital recebeu faria parte da xepa, que é quando há sobra de doses após o expediente e algumas pessoas são chamadas para não haver desperdício. "Por esse motivo, os profissionais estão autorizados a aplicar em quem estiver no local, mesmo que não esteja no dia certo para vacinação para que não haja descarte do material", afirmou.

Porém, a vacinação da mulher de Safadão aconteceu na parte da manhã. Segundo a SMS, as atividades de vacinação contra a Covid-19 se encerraram às 17h naquele dia, "não havendo dessa forma doses remanescentes antes desse horário".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem