Celebridades

Príncipe Harry lançará biografia: 'Profundamente grato pela oportunidade'

Livro de memórias deve chegar às livrarias até o final de 2022

Príncipe Harry lançará biografia - Reprodução/Twitter
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A editora Penguim Random House anunciou que lançará mundialmente uma biografia do príncipe Harry, 36, até o final de 2022. "Em um livro de memórias íntimo e sincero de uma das figuras globais mais fascinantes e influentes de nosso tempo, o príncipe Harry irá compartilhar, pela primeira vez, o relato definitivo das experiências, aventuras, perdas e lições de vida que ajudaram a moldá-lo", diz início do comunicado compartilhado no Instagram nesta segunda-feira (19).

"Cobrindo sua vida aos olhos do público desde a infância até os dias atuais, incluindo sua dedicação ao serviço, o dever militar que por duas vezes o levou para a linha de frente do Afeganistão e a alegria que ele encontrou em ser marido e pai, o príncipe Harry oferecerá um retrato pessoal honesto e cativante, que mostra aos leitores que por trás de tudo que eles pensam que sabem está uma história humana inspiradora, corajosa e edificante", conclui o comunicado.

O príncipe Harry também se manifestou sobre a novidade dizendo que o livro será mais a respeito do homem que se tornou do que sobre o fato de ter nascido na realeza britânica. Ele disse ainda que um dos seus intuitos ao lançar o livro é mostrar que independentemente de onde venha, pode ter muito em comum com outras pessoas que tenham origens diferentes.

"Estou profundamente grato pela oportunidade de compartilhar o que aprendi ao longo da minha vida até agora e animado para que as pessoas leiam um relato em primeira mão de minha vida que seja preciso e totalmente verdadeiro", disse Harry

De acordo com o comunicado feito à imprensa, o príncipe doará os lucros do livro para instituições de caridade. Um porta-voz do duque se recusou a responder se isso inclui ou não qualquer compensação que possa ter sido dada na forma de um adiantamento, segundo o Buzzfeed.

A relação entre Harry e a família real, começou a apresentar tensões cada vez mais crescentes desde o início do relacionamento dele com Meghan Markle, 39. Pontos como o casamento dos dois em 2018, renúncia do casal às funções na realeza em janeiro de 2020 e sua mudança para Los Angeles evidenciaram ainda mais as desavenças.

Em março deste ano, os conflitos foram abordados na entrevista polêmica concedida pelo casal a apresentadora Oprah Winfrey, que trouxe alegações de que Markle estaria com depressão durante seu período na realeza, e já chegou a cogitar suicídio.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem