Celebridades

Ex-animadora do Domingão do Faustão, Mary Jackson entra na faculdade aos 59 anos

Conhecida por imitar Michael Jackson, diarista não vê a hora de reencontrar Fausto Silva

Mary Jackson (Maria José Gomes ) com Fausto Silva
Mary Jackson (Maria José Gomes ) com Fausto Silva - Instagram/maryjacksondofaustao
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Aos 59 anos, a diarista Maria José Matos da Silva Gomes entrou em junho na faculdade de Letras-Português, na Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro. O objetivo é melhorar o português e investir ainda mais na personagem Mary Jackson, apelido que ganhou do apresentador Fausto Silva.

Durante 32 anos, Maria José foi animadora de plateia do Domingão do Faustão (TV Globo) e deixou o posto desde que a emissora cortou o público nas gravações devido à pandemia de Covid . Ela vestia roupas parecidas com as do cantor Michael Jackson, dançava e recebia de uma agência para animar a plateia do programa dominical. A primeira roupa que usou igual a do astro pop foi um presente do Faustão. Depois, ela passou a pedir para uma costureira copiar os figurinos.

Mary Jackson conta que no começo ia ao programa mais por amor a Fausto Silva. Depois de dois anos, ela diz que o apresentador criou uma agência que passou a pagar uma diária de R$ 110, por programa, para os animadores de plateia. Fora da TV, Mary trabalha como diarista três vezes na semana no Rio e ganha R$ 1.500 mensais para pagar aluguel, faculdade e se sustentar.

Quando o programa passou a ser gravado em São Paulo, ela viajava em uma caravana de ônibus pago pelo programa e com refeição incluída. Mary saía na sexta-feira do Rio, gravava no sábado em São Paulo e voltava no domingo para casa só para ver Fausto Silva. “Ele é uma pessoa maravilhosa, que merece todo carinho, toda atenção, eu sempre ia com todo amor”

Para a diarista, Faustão é um “verdadeiro amigo” que sempre deu conselhos para ela melhorar, estudar e ter mais desenvoltura na arte. Por isso, Maria José ingressou na faculdade de Letras Português e começou a fazer aulas de canto próximo da sua casa, em Curicica, zona oeste do Rio de Janeiro.

“O Fausto Silva é muito carismático, muito atencioso, educado, uma pessoa muito disciplinada. Ele sempre deu conselhos de ‘alongamento do cérebro’, que é para você estudar e ser alguém na vida”, afirma a diarista, que pretende trabalhar com eventos e um dia realizar o sonho da casa própria.

Sobre o fim do Domingão do Faustão, ela revelou que ficou “impactada”. “Fiquei triste porque foram momentos marcantes na minha vida no programa dele. O Brasil me conhece graças a Deus e a ele que me deu essa estabilidade de ser a Mary Jackson, o cover do Michael Jackson. Eu agradeço muito a Deus e a ele”.

​Mary conta que não vê a hora de reencontrar Faustão em seu novo programa na Band para dizer que começou a fazer faculdade. "Meu sonho é encontrar ele, dizer que é uma pessoa muito especial para Deus, para todas as pessoas e para mim especialmente. Eu o amo de todo coração pela pessoa que ele é, muito educada, muito simples."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem