Celebridades

Bianca Rinaldi comanda projeto para gerar aprendizado: 'Abrir horizontes'

Atriz está no elenco do musical 'Silvio Santos Vem Aí'

A atriz Bianca Rinaldi Raquel Cunha/Folhapress

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O último ano foi um período onde muitos precisaram se reinventar, e a atriz Bianca Rinaldi, 46, não ficou fora disso. Agora comandando o projeto Você Pode Escutar?, ela também compartilha conteúdos sobre saúde e a pré-adolescência de suas filhas e se prepara para a volta do musical “Silvio Santos Vem Aí”, que deve acontecer ainda este ano.

A ideia de fazer o Você Pode Escutar? partiu de Rinaldi junto a sua assessoria. No quadro, a artista faz vídeos para o IGTV sobre os mais diversos temas, sempre junto a um especialista sobre o assunto. Em junho, mês do orgulho LGBTQIA+, o conteúdo foi voltado para a arte drag queen.

Ela diz que o trabalho surgiu em meio a pandemia, em um momento em que “os assuntos estão sendo mais vistos e mais ouvidos”. Rinaldi, conhecida pela novela "A Escrava Isaura" (Record TV), afirma que seu programa é um momento de aprendizado, onde todos estão abertos a escutar e aprender sobre respeito e humildade.

“Existe uma diferença de ouvir e escutar”, pontua, “quando escutamos, paramos, aprendemos e questionamos. Agora ouvir, entra em um ouvido e sai pelo outro”. A atriz fala que a iniciativa veio por uma necessidade como cidadã de querer aprender e entender mais sobre assuntos que estão ganhando visibilidade graças às redes sociais.

Rinaldi afirma que com o isolamento social teve mais tempo para se dedicar ao conteúdo que criava digitalmente e entender o que suas “formiguinhas”, como chama os seguidores, queriam ver e ouvir. Por isso, costuma compartilhar conteúdos sobre saúde e também da pré-adolescência de suas filhas gêmeas Sofia e Beatriz Menga, 12, frutos de seu casamento com Eduardo Menga.

Ela fala sobre hábitos e alimentação saudáveis porque são pontos que estiveram sempre presentes em sua vida como atleta, quando se dedicava à ginástica artística. “Comer saudável é a base de tudo”, explica, “[e] se alimentar bem não é se alimentar caro”. Rinaldi ainda compartilha informações que suas nutrólogas passam, “são informações básicas e nós não imaginamos.”

Quanto à pré-adolescência, a artista sente uma carência de conteúdos desse assunto em geral. Ela afirma que encontra muitos artigos e vídeos sobre outras fases da vida, como infância e adolescência, mas quis focar neste período porque “é onde mais eles sofrem as transformações hormonais, onde mais os sentimentos se afloram, as mudanças acontecem.”

“Gosto de compartilhar por essa necessidade que eu senti por buscar essas informações”, explica, “e, porque é um assunto que eu domino nesse momento”.

Além da aproximação com a criação de conteúdos para as redes sociais, Rinaldi se prepara para a volta do musical “Silvio Santos Vem Aí”. O espetáculo foi paralisado em 2020, devido à pandemia de coronavírus, e o elenco só conseguiu apresentar dois dias do trabalho para a plateia.

“Tudo é mágico e encantador porque é o meu primeiro musical”, comenta. A atriz faz o papel de Íris Abravanel, 72, casada com o apresentador desde 1981. Ela afirma que o espetáculo reforça a cumplicidade e amor que o casal sempre teve, e que fica honrada de poder fazer o que mais ama para contar essa história.

“[Ela é] uma mulher firme, muito presente como esposa, mãe, empreendedora e empresária”. Rinaldi conta que o musical deve voltar aos teatros em outubro deste ano, “precisa só acertar”. Com grandes expectativas, ela se prepara com aulas de canto e exercícios vocais feitos diariamente. “Quem canta tem que estar sempre estudando o canto.”

Com a paralisação do espetáculo, ela comenta que ficou “órfã” de seu trabalho, assim como o elenco do musical. Então os produtores da peça, Emílio Boechat e a Marília Toledo, criaram a websérie “Home Office” para que os atores fizessem um trabalho durante o isolamento social.

Rinaldi afirma que foi importante fazer a websérie para aprender a fazer as coisas através da tela do computador. “Comecei a criar mais essa intimidade diária no ‘Home Office’, e eu tava super feliz porque eu estava atuando”. Ela comenta que a série foi estudada para o formato e tempo da Internet, e que foi um projeto que abriu possibilidades para ela.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem