Celebridades

Estrela de 'Velozes e Furiosos' se desculpa por classificar Taiwan como 'país'

'Amo e respeito a China e o povo chinês', disse John Cena

O ator e lutador John Cena - Instagram/johncenaoffiicial
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Pequim
AFP

John Cena, 44, ator do filme "Velozes e Furiosos 9", pediu desculpas aos seus seguidores chineses, nesta terça-feira (25), por ter descrito Taiwan como um "país", comentário que gerou uma onda de indignação no maior mercado cinematográfico do mundo.

Pequim considera a democrática Taiwan, uma ilha com governo próprio, uma província rebelde chamada a retornar ao seu controle - à força, se necessário. Qualquer tentativa diplomática de reconhecê-la como nação irrita o governo chinês.

O astro americano de luta-livre que virou ator chamou Taiwan de "país" no início de maio, em um encontro com fãs durante uma viagem à ilha para promover o novo filme da franquia. Na ocasião, ele estava em uma entrevista à emissora taiwanesa TVBS e disse "Taiwan é o primeiro país que pode assistir [o filme]."

Na terça-feira, diante da crescente indignação nas redes sociais chinesas, Cena se desculpou no Weibo, o Twitter da China. "Dei muitas entrevistas para o 'Velozes e Furiosos 9' e cometi um erro durante uma delas", reconhece, em um vídeo.

"Agora eu tenho que dizer uma coisa que é muito, muito, muito importante: eu amo e respeito a China e o povo chinês. Estou muito arrependido pelo meu erro. Sinto muito", acrescentou o ator, sem repetir o polêmico termo. Seu vídeo já teve 2,4 milhões de visualizações na rede social, estritamente controlada.

"Por favor, diga 'Taiwan faz parte da China' em chinês. Caso contrário, não aceitaremos suas desculpas", respondeu um internauta no Weibo. Cena estudou mandarim por anos e costuma postar regularmente no Weibo.

"Velozes e Furiosos 9" estreou em 21 de maio na China, arrecadando US$ 148 milhões, cerca de R$ 784 milhões na cotação atual, segundo o jornal nacionalista Global Times.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem