Celebridades
Descrição de chapéu series

Michelle Obama diz que entrevista de Meghan Markle foi 'de partir o coração'

Duquesa de Sussex relatou racismo dentro da família real britânica

Michelle Obama - Yen Duong - 09.dez.19/ Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Guy Faulconbridge
Londres
Reuters

Michelle Obama, 57, mulher do ex-presidente americano Barack Obama, afirmou que a entrevista da duquesa de Sussex, Meghan Markle, 39, veiculada na TV americana na semana passada, foi de partir o coração, e disse que espera que as experiências de Meghan sirvam de lição para o mundo.

Meghan e seu marido, o príncipe Harry, acusaram um membro não identificado da família real britânica de expressar preocupações racistas sobre a cor da pele de seu primeiro filho, Archie, e funcionários de ignorarem os apelos de Meghan por ajuda quando ela estava cogitando o suicídio.

A entrevista sem meias palavras de Meghan e Harry à apresentadora norte-americana Oprah Winfrey arrastou a realeza para sua pior crise desde a morte de Diana, a mãe de Harry, em 1997.

Indagada sobre a revelação de Meghan do comentário a respeito do tom de pele de seu filho, a ex-primeira-dama dos EUA disse à rede NBC News: "Foi de partir o coração ouvir aquilo."

"Como eu disse antes, a raça não é um conceito novo neste mundo para as pessoas de cor, então não foi uma surpresa completa ouvir os sentimentos dela e vê-los articulados", disse Michelle.

No último dia 9, a rainha Elizabeth disse que a realeza ficou entristecida com as experiências difíceis de seu neto, Harry, e sua esposa, e prometeu tratar em particular das revelações sobre um comentário racista sobre a criança. O príncipe William, irmão mais velho de Harry, negou que a realeza britânica seja racista.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem