Celebridades

De Ana Hickmann a Paul McCartney: famosos comemoram Valentine's Day

Dia dos Namorados nos EUA e Europa é celebrado dia 14 de fevereiro

Ana Hickmann e o marido Alexandre Correa
Ana Hickmann e o marido Alexandre Correa - Instagram/@ahickmann
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O dia 14 de fevereiro é também o Dia dos Namorados na Europa e nos Estados Unidos. Porém, não é somente por lá que há comemorações de casais apaixonados. No Brasil também há famosos que celebrem a data.

O jogador de futebol Alexandre Pato, 31, fez uma declaração à amada, a apresentadora Rebeca Abravanel, 40. “My Happy Valentine’s Day”, postou o craque a caminho do Orlando City.

A apresentadora Ana Hickmann, 39, comemora o Valentine’s Day e o aniversário de 23 anos de casamento com o empresário Alexandre Correia, 55. “São tantos momentos, tantas fotos que não consigo escolher. Por isso resolvi postar nosso álbum, meu amor. Quando nossas vidas se cruzaram tudo ficou claro. Você é o amor da minha vida”, escreveu ela.

O cantor Paul McCartney, 78, foi outro que publicou uma homenagem à esposa. “O mais maravilhoso Valentine’s Day”, disse. A atriz Nicole Kidman, 53, também se declarou ao marido, o ator Keith Urban, 53. “Meu eterno namorado”.

O ex-jogador David Beckham, 45, publicou uma foto ao lado da esposa, Victoria, 46, com quem está há mais de 20 anos, e se referiu a ela como uma “mulher inspiradora”.

Este domingo terá clima de romance, pelo menos nos Estados Unidos e na Europa. Isso porque no dia 14 de fevereiro é celebrado o Valentine’s Day, nome que eles dão ao Dia dos Namorados. No Brasil, no entanto, essa comemoração ficará apenas para o dia 12 de junho, oficialmente Dia dos Namorados desde 1948.

Muitos não sabem, mas quem inventou o Dia dos Namorados no Brasil foi João Doria (1919-2000), o pai do atual governador de São Paulo. E o motivo foi estritamente comercial.

Segundo Victor Missiato, doutor em história e professor dessa disciplina no Colégio Presbiteriano Mackenzie de Brasília, o publicitário pensou na data como uma forma de alavancar as vendas de uma loja de departamentos paulistana chamada Clipper.

“Ele foi convocado, no final da década de 1940, a criar uma estratégia para a loja justamente no mês de junho quando a comercialização de produtos era desaquecida. Ele se baseou na força das festas juninas do Brasil e atrelou isso à proximidade do Dia de Santo Antônio [13 de junho], o santo casamenteiro”, explica o professor.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem