Celebridades

Andreia Horta publica foto nua tomando sol: 'Vitamina teta'

Atriz curte dias de sol com o marido, Marco Gonçalves

Andréia Horta
Andréia Horta - João Cotta /Globo
São Paulo

A atriz Andréia Horta, 37 anos, curtiu um fim de semana de sol com o marido Marco Gonçalves. Em uma das fotos que ela publicou no Instagram, posou quase nua, apenas com borboletas escondendo os seios.

"Vitamina Teta", escreveu na legenda.

Horta passou dias difíceis quando foi contaminada pela Covid, no fim do ano passado. Conforme noticiado pela colunista Mônica Bergamo na última terça-feira (8), a atriz pegou a doença após retomar as gravações de "Um Lugar ao Sol", da Globo.

"Intensas dores de cabeça e nos olhos, mal-estar dos piores da vida, fraqueza, tonturas, vômitos, diarreia, tosse, cansaço…E medo."

Além disso, ela contou que perdeu olfato e paladar. Esse é um dos sintomas relatados por quem contrai a doença. "Já não sinto gosto nem cheiro de absolutamente nada", disse. "Checar a oxigenação do sangue várias vezes ao dia, começar a suar de desespero quando o oxímetro erra, ficar aliviada quando normaliza, e por estar sendo tratada em casa."

Ela ainda lamentou a "solidão do isolamento porque ninguém pode chegar perto de você" e a "preocupação com o avanço misterioso de uma doença que já matou dezenas de milhares de pessoas só no Brasil, e está no seu corpo agora".

"O crescimento de casos nos últimos dias é tenebroso", avaliou. "Ver amigos tombando e lutando com a doença é muito doloroso. E por tudo isso já chorei muitas vezes."

"Essa doença lembra a quem possa ter esquecido o quanto somos conectados e responsáveis o tempo inteiro pelo rumo da vida no mundo", disse. "Pode ser que você pegue e não sinta nada, e pode ser que tudo de pior te aconteça. Além das inúmeras sequelas que podem acontecer."

Apesar de afirmar já estar se sentindo melhor, a atriz disse que "a vigília não cessa". "Conto isso aqui porque é horrível estar com Covid e desesperador assistir ao descaso por parte de tantas pessoas e pedir atenção e medidas rigorosas no combate ao avanço da doença", explicou.

"De que modo cuidaremos uns dos outros? De que modo cuidaremos de nós mesmos? São nossas ações que mudam as coisas. Saúde e luz para cada um de nós", finalizou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem