Celebridades
Descrição de chapéu racismo

Âncora da GloboNews rebate Mourão: 'É de falas como essa que o racismo se alimenta'

Outros famosos também comentaram a declaração do vice-presidente

A apresentadora Aline Midlej
A apresentadora Aline Midlej - Instagram/alinemidlej
São Paulo

Apresentadora da GloboNews, Aline Midlej, 37, usou as redes sociais para contestar a declaração do vice-presidente Hamilton Mourão. Mais cedo, ao comentar o espancamento de um homem negro até a morte em Porto Alegre, ele disse que "no Brasil não existe racismo". "Eu digo para você com toda tranquilidade, não tem racismo", reiterou.

"Não consigo localizar de onde vem tanta tranquilidade para o General Mourão conseguir dizer que não existe racismo no Brasil", rebateu a jornalista, que é âncora do Jornal das Dez. "Mas consigo, com tranquilidade, dizer que é de falas como essa que ele se alimenta e continua matando. Todos os dias. Sim, aqui, vice-presidente."

As declarações do vice ocorreram no Dia da Consciência Negra, em meio a forte comoção após a morte
de João Alberto Silveira Freitas, o homem negro de 40 anos que foi espancado por dois seguranças de uma loja do supermercado Carrefour localizada no bairro Passo d'Areia, na zona norte de Porto Alegre.

Outros famosos também se manifestaram sobre o assunto, como o rapper Marcelo D2, a sambista Teresa Cristina, o humorista Oscar Filho e a diretor Petra Costa. A morte de Beto Freitas também foi lamentada por muitas pessoas do meio artístico.

*

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem