Celebridades

Mel Gibson passou uma semana hospitalizado após testar positivo para Covid-19

Representante do ator diz que ele superou doença e já obteve resultado positivo para anticorpos

Mel Gibson no 74º Globo de Ouro
Mel Gibson no 74º Globo de Ouro - Valerie Macon - 09.01.2017/AFP
São Paulo

Mel Gibson, 64, passou uma semana internado em um hospital de Los Angeles, na Califórnia, após testar positivo para a Covid-19. Segundo a revista People, o ator foi diagnosticado com o vírus em abril, e já está totalmente recuperado.

"Ele testou positivo em abril e passou uma semana no hospital", afirmou um representante de Gibson, acrescentando que, após o tratamento, o ator "testou negativo várias vezes desde então, além de ter resultado positivo para anticorpos".

Gibson foi flagrado em uma mercearia na Califórnia com a namorada Rosalind Ross em março, pouco antes de sua hospitalização. Os dois começaram a namorar em 2014, e tiveram seu primeiro filho juntos em 2017. O bebê, Lars Gerard, é o nono filho de Gibson e o primeiro de Ross.

Com a revelação, nota-se que Gibson teve a doença pouco depois que Tom Hanks, 63, e a mulher, Rita Wilson, 63, que tiveram resultado positivo para o vírus em março.

Eles afirmaram ter contraído a doença na Austrália, onde o ator participava das gravações de um filme sobre a vida de Elvis Presley. Hanks afirmou, em suas redes sociais, alguns dias após a confirmação, que o casal estava bem, mas isolado e sendo monitorado. Atualmente eles estão completamente recuperados.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem