Celebridades

Gusttavo Lima leva apenas advertência do Conar por bebidas alcoólicas em lives

Cantor fez propaganda de bebidas em apresentações

Gusttavo LIma faz live e bebe muito, em 11/4/2020
Gusttavo LIma faz live e bebe muito, em 11/4/2020 - Reprodução
São Paulo

O cantor Gusttavo Lima foi advertido pelo Conar, órgão de regulamentação publicitária, após o excesso de bebidas alcoólicas em duas lives feitas por ele que eram patrocinadas. Nas ocasiões, ele fez propaganda de algumas bebidas. O Conar abriu uma representação ética contra o cantor e a Ambev por possíveis irregularidades em relação ao consumo.

Por unanimidade, foi decidido que ele deverá receber apenas uma advertência. A decisão consta no site o órgão. Procurado, Gusttavo Lima, por meio de sua assessoria jurídica e do advogado Cláudio Bessas, comunica que tomou ciência da decisão do Conar na data hoje (15). E que estão aguardando a intimação pelo órgão do inteiro teor do acórdão (decisão).

A representação foi aberta no dia 14 de abril após dezenas de denúncias de internautas, envolvendo desde a falta de mecanismo para o acesso de menores de idade até o consumo excessivo de bebida alcoólica pelo músico, o que poderia ser considerado um estímulo ao consumo irresponsável do produto.

Em nota na ocasião, o Conar afirmou que, apesar do formato inovador das apresentações online, elas devem seguir “princípios fundamentais da comunicação comercial do segmento, com a divulgação responsável de bebidas alcoólicas e com os cuidados para que não seja difundida a crianças e adolescentes”.

O cantor e a Ambev tiveram 20 dias para apresentar defesa. Caso o Conar entendesse que houve irregularidade, as penas poderiam ser a alteração da peça publicitária, ou seja, da live, e advertência aos responsáveis, que foi o que ocorreu.

A live de Gusttavo Lima aconteceu no sábado (11) e teve palavrões, declarações de amor e ele bebendo de cerveja a tequila, mostrando estar alterado em algumas ocasiões. “Que ressaca, meu Deus. O que colocaram na minha bebida, gente?”, chegou a afirmar ele no dia seguinte nas redes sociais.

A live, que teve uma mensagem "a todos os cachaceiros desse mundo" em sua abertura, durou sete horas e meia e teve 5,5 milhões de acessos simultâneos. Uma semana antes, o cantor já tinha feito uma outra apresentação online que durou cinco horas e teve mais de 750 mil acessos simultâneos.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem