Celebridades

Anitta diz que artistas sofrem porque governantes esquecem a importância da cultura

Cantora debateu em evento da Unesco sobre impacto do coronavírus na indústria cultural

Anitta
Anitta - Divulgação
São Paulo

A cantora Anitta, 27, participou na manhã desta quinta-feira (14) de um debate global com especialistas da indústria cultural promovido pela Unesco, falando sobre a falta de atenção dos governantes de todo o mundo sobre a classe artística.

Ressaltando a situação da América Latina, e especificamente do Brasil, a cantora disse que finalmente as pessoas estão entendendo que o entretenimento é pago, mas que ainda assim muitos políticos não enxergam a cultura com a sua devida importância. "A maioria da sociedade, quando escuta o nome 'artista', glamoriza muito essa profissão. Eles pensam que é sobre cantores ricos e tudo o que eles veem na televisão", disse Anitta.

"Mas talvez elas não saibam, ou esqueçam, de que há uma grande parte deste grupo que está começando. [...] É importante para a sociedade que entendam que essa classe de pessoas não é só sobre os artistas e pessoas famosas que elas veem na televisão. É muito mais que isso. Quando falamos da palavra 'artistas', estamos falando de muitas pessoas, inclusive as menos famosas".

Anitta continuou dizendo que, mais do que nunca, o isolamento social promovido pela pandemia do novo coronavírus tem feito com que as pessoas entendam a importância do entretenimento, uma vez que estão passando mais tempo dentro de suas casas, e a cultura ajudaria a deixá-las mais "mentalmente saudáveis" em meio às más notícias.

Ela ressaltou ainda que a falta de ajuda financeira que os artistas sofrem acontece porque os governantes "esquecem o quanto isso [cultura] é importante para a sociedade", e não se atentam ao fato de que essa indústria ajuda a criar muitos empregos. Lembrou ainda o caso envolvendo o deputado Felipe Carreras (PSB), sobre a emenda da MP 948, que mudaria o pagamento de direitos autorais dos artistas.

"Entrei em uma briga com uma pessoa do governo", disse ela, explicando a situação. "Isso já é ruim no Brasil, e eles tentam deixar ainda pior", continuou. "Nós sabemos nossos direitos [...] e nossos diretos estão tentando ser roubados. São coisas pelas quais lutamos por anos."

Antes de finalizar sua participação no debate, Anitta falou sobre a corrupção brasileira. Ela afirmou que reconhece que todos os países têm problemas de corrupção, mas que a da América Latina, e a do Brasil, especificamente, é enorme.

"Há duas semanas, o governo aqui do Brasil tentou usar ferramentas que poderiam ser soluções de emergência para a Covid-19. [em seu favor]. Muitas pessoas estão tomando vantagem disso, e com coisas que são muito ruins para os artistas", disse. Ela ainda afirmou que a internet tem um poder muito alto de disseminação de informação, e que a tem usado para espalhar seus conhecimentos e debater sobre o assunto.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem