Celebridades

Otaviano Costa une suas várias versões no YouTube e diz que não será tiozão na internet

Artista lança canal digital nesta segunda (11) após deixar a Globo

Otaviano Costa lança canal no YouTube

Otaviano Costa lança canal no YouTube Divulgação

São Paulo

Facetas não faltam em seu currículo. Otaviano Costa, 46, já fez imitações, foi repórter, brincou com famosos, até tirou a roupa no palco enquanto esteve na Globo. Agora, em nova fase, o artista não quer mudar nada, quer mesmo é sintetizar tudo isso em seu novo canal no YouTube, que estreia nesta segunda-feira (11). 

 

“Vou mostrar o mesmo cara de sempre. Com a liberdade de ser quem eu quero, como eu quero, na hora em que eu quero. É um local no qual eu posso extravasar todos os meus talentos artísticos, todas as minhas vontades, todos os meus olhares sobre mim e sobre o mundo num só local”, afirma o artista.

Já no vídeo de apresentação do novo canal, Otaviano sintetiza um pouco de toda a sua carreira e aponta que só não ganhou o título de youtuber antes porque não existia YouTube na época. "Não vou colocar o boné para traz e ficar ‘E aê, mano’, mas também não vou ser o tiozão’. Sempre fui um fio desencapado, ligado no 220.” 

Mas, por que entrar agora nesse mundo digital? O artista diz que se inspirou no ator americano Will Smith, 51, que tem seu canal no YouTube, no qual mostra o dia a dia da família, aventuras, como salto de paraquedas, e reflexões próprias. Recentemente, Smith publicou um vlog para falar sobre a descoberta de um pólipo pré-canceroso e ressaltar a importância de se fazer a colonoscopia. 

Quando se deparou com o canal, há alguns anos, Otaviano ainda estava preso num contrato de exclusividade com a Globo. Foi uma “janela” no "Tá Brincando" (Globo) que o levou à grande virada. O programa, que estreou em junho do ano passado, mostrou jovens de 20 a 35 anos sendo desafiados em habilidades físicas e mentais por um grupo de sessentões.

Mas a ótima crítica não garantiu o retorno imediato para segunda temporada. "A emissora viu que eu estava inquieto. Não poderia esperar x meses pela próxima temporada. Amo o que eu faço, queria estar no ar todos os dias, ou pelo menos trabalhando todo dia por algo que vai ao ar em um curto espaço de tempo. E eu não queria estar encaixado em qualquer outro projeto que não tivesse minha identidade.” 

Foi assim que nasceu o canal “Eu Sempre Fui um Youtuber”, ou pelo menos começou a ser moldado, já que a estreia acontece às 19h desta segunda. Uma equipe “full time” e até um superestúdio, construído no Casa Shopping, no Rio de Janeiro, Otaviano fez questão de construir com seus próprios recursos para esse novo projeto, que terá três episódios por semana, às segundas, quartas e sextas, sempre às 19h. 

“Eu não podia dar esse passo, deixar a Globo para fazer algo comum aos olhos do público e aos meus olhos. Por isso preferi fazer esse investimento, não é pequeno. Também trouxe profissionais, da Globo inclusive, da área de iluminação, de áudio e de vídeo, para prepararem o estúdio para mim, ficou tudo lindo.” 

Com 200 m2, o local tem sala de estar, minicozinha gourmet, um espaço com piano e até iluminação para shows. Segundo Otaviano, não só seu programa será gravado no espaço, como também seus podcasts, que devem ser lançados em breve. “Estou chamando de maior estúdio de uma personalidade digital brasileira”, classifica ele.  

Mas o estúdio será apenas um dos pilares do “Eu Sempre Fui um Youtuber”. As cenas gravadas nele estarão no bloco OtaLab, no qual haverá entrevista com famosos, visitas de bandas e até momentos mais reflexivas. Os outros dois pilares serão o OtaVlog, com anônimos na rua, e o OtAposta, com desafios do público. 

Alguns dos quadros já foram até gravados. Para o OtaVlog, ele levou a equipe para acompanhá-lo enquanto fazia uma tatuagem, visitou um navio da Marinha e até distribuiu abraços a desconhecidos vestido de unicórnio. Já para o OtAposta, ele foi desafiado a assistir a uma aula do projeto Nós do Morro e a usar unhas como as da Cleo

"Eu recebi o desafio ‘Ota, aposto que você não vem colocar unhas aqui no meu salão", então eu fui e coloquei unhas iguaizinhas as da Cleo Pires. Aproveitei e fiz até depilação, foi engraçado pra cacete. Lembra as mesmas situações que eu enfrentava no 'Amor e Sexo' (Globo), que eu também me propunha a esse tipo de situação”, recorda ele. 

A família do artista também deve ter lugar garantido no novo canal. A mulher de Otaviano, a atriz Flávia Alessandra, 45, aparecerá já na primeira cena. As filhas, Olívia e Giulia —essa última fruto do casamento de Flávia com o ator Marcos Paulo (1951-2012)— também tiveram participações gravadas e poderão aparecer mais no futuro. 

“A gente está se divertindo junto, de forma natural, até o limite de cada um, especialmente da Olívia, que é a mais novinha. Vamos usar isso com bastante medida, respeitando as vontades dela. A Giulia já é totalmente atuante no digital, a Flávia também tem uma conversa com o digital muito grande e vai fazer sim parte dessa jornada.” 

Segundo Otaviano, Flávia também entende a entrada no mundo digital como necessária atualmente, assim como outros colegas artistas. "A classe artística está passando por uma reflexão muito grande. Muita gente me ligou depois que eu tomei essa decisão, para saber como está aqui fora, como as coisas estão acontecendo."

"É necessário essa reflexão, por que os tempos mudaram", completa Otaviano. "O modo de consumo do entretenimento mudou, o jeito que as pessoas veem a TV hoje, a internet no celular... As coisas estão mudando. Essa reflexão que fiz está gerando pensamentos de colegas para outros modelos de negócio.” 

DIVÓRCIO AMIGÁVEL 

Apesar do peso que o nome Globo tem, Otaviano Costa afirma que não foi um sofrimento deixar a emissora, na verdade foi uma decisão pensada e necessária para que ele continuasse a se identificar em seu trabalho. Essa identificação, diz ele, estava sumindo quando pensava no que faria daqui 20, 30 anos. 

“A Globo foi muito gentil, me entendeu. Ela mesma também está em transformação, em um processo em que está pensando em seus próximos 20, 30 anos. Preferi partir para essa mudança, e a Globo partiu para a dela. E o mais fantástico é que quatro meses depois, já fui convidado para fazer um programa no Grupo Globo.” 

Otaviano aceitou a proposta. Além do “Eu Sempre Fui um Youtuber”, ele começa a gravar no próximo mês a versão brasileira do programa americano Extreme Makeover, na GNT. Diferentemente da Globo, no entanto, ele conseguiu um contrato em que poderá manter os dois projetos, além de outros futuros. 

O artista até dá uma dica do que pode vir. Não em relação ao projeto, mas em relação à parceria, que deve voltar a fazer com a atriz e apresentadora Monica Iozzi, 38. Os dois dividiram a bancada do Vídeo Show por algum tempo, formando uma das parcerias mais elogiadas do programa, que acabou extinto em janeiro deste ano.  

“O mundo é fantástico. Estar na Globo é muito legal, estar na Globo fazendo tudo que eu fiz é muito legal, só tenho gratidão. A gente não para de pensar em estar junto de novo. Mas meu mundo aqui fora está se tornando espantosamente maior do que eu imaginava”, comemora. 

NÃO VOU FUGIR DA RAIA

Com um novo projeto e muitas ideias, Otaviano Costa não deve mudar muito o foco do trabalho que fez até hoje. Polícias e polêmicas? Não, obrigada! “Não pretendo fazer esse caminho, pretendo fazer entretenimento, com leveza, emoção, diversão, para ser mais uma alternativa para o público dar uma aliviada na pressão que está aí fora.” 

Para Otaviano, cada artista tem um viés, um caminho que escolhe percorrer. Ele afirma que prefere discutir esses assuntos em outros locais, “em arcos onde posso colocar as ideias mais claramente”. Mas isso não quer dizer veto. Se algum convidado trouxer assuntos polêmicos, ele garante que não “fugirá da raia”. 

“Eu nasci pro entretenimento, viverei pelo entretenimento. Mas, claro, se o artista vier com alguma ideia que confronte algo que eu penso, eu vou rebater isso com ele. Na rádio isso era bem evidente, porém quando surgia alguma coisa, da qual eu não gostava, eu sempre gerava reflexão”, afirma recordando seu programa na rádio Globo. 

“Mas num canal como esse eu não pretendo fazer esse caminho”, completa ele. “Esses assuntos já estão no grupo do WhatsApp das tias, então eu prefiro deixar por aí por enquanto, mas não fugirei da raia caso aconteça."

“Eu Sempre Fui um YouTuber”

  • Quando Segundas, quartas e sextas, às 19h
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem