Celebridades

Marina Ruy Barbosa e o marido chegam no velório de Tuka Rocha, padrinho do casal

Piloto de Stock Car morreu na queda de um avião no município de Marau, na Bahia

Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão chegam ao velório de Tuka Rocha
Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão chegam ao velório de Tuka Rocha - Leo Franco/Agnews
Erramos: esse conteúdo foi alterado
São Paulo

Famosos compareceram ao velório do piloto da Stock Car, Tuka Rocha, vítima da queda de um avião bimotor no município de Marau, na Bahia. Rocha teve 80% do corpo queimado e faleceu no último domingo (17). A cerimônia teve início às 10h desta terça-feira (19), no Cemitério do Morumbi, em São Paulo. 

A atriz Marina Ruy Barbosa e o marido, Alexandre Negrão, chegaram cedo ao local para homenagear Rocha, que foi padrinho de casamento do casal. Marina também foi madrinha de casamento de Eduardo Mussi e Maysa Marques Mussi, que estavam no avião com Rocha. 

Maysa, que faleceu no sábado, é irmã da jornalista e relações públicas Marcela Brandão Elias, 37, que também morreu no acidente. Maysa era casada com Eduardo Mussi, irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi (PP-SP).

O acidente aéreo que matou os amigos da atriz aconteceu por volta das 14h da última quinta (14) ao tentar pousar na pista de um resort de luxo no distrito de Barra Grande, em Maraú. A aeronave havia saído de São Paulo.

Também estavam a bordo: Eduardo Elias (marido de Marcela), Eduardo (filho de 6 anos do casal), Marcelo Constantino (neto do empresário Nenê Constantino, fundador da Gol), Eduardo Mussi, Marie Cavelan, Fernando Oliveira e Aires Napoleão Guerra (piloto da aeronave). 

Barbosa e Xandinho fizeram também homenagens pelas redes sociais. "Tuka e Maysa e Marcella, espero que onde vocês estiverem sintam toda essa energia, carinho, amor e saudade que todos nós estamos sentindo! Nós amamos vocês, muito, muito, muito...", escreveu Marina.

ERRAMOS: O conteúdo desta página foi alterado para refletir o abaixo

O acidente de avião ocorreu em Maraú, no sul da Bahia, e não em Cascavel, no Paraná, como escrito anteriormente

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem