Celebridades

Silvio Santos faz saudação nazista, e Federação Israelita diz que não se brinca com o tema

Apresentador do SBT mencionou Hitler em programa do último domingo (3)

 Silvio Santos
Silvio Santos - Divulgação
São Paulo

Silvio Santos, 88, foi criticado após fazer uma saudação nazista, usada por Adolf Hitler, em seu programa no SBT no último domingo (3).

As criticas surgiram não apenas dos internautas, mas de entidades como a Federação Israelita do Estado de São Paulo. Apesar de não se manifestar oficialmente, a Fisesp divulgou uma declaração do presidente executivo Ricardo Berkiensztat.
 
“Tenho certeza que ele não fez isso com a intenção de macular a questão de nazismo ou como manifestação de ódio, porém, foi uma brincadeira totalmente inapropriada e um tema com o qual não se brinca, ainda mais Silvio Santos, que tem origem judaica”.

A polêmica aconteceu quando Silvio promoveu um jogo de perguntas e respostas com a plateia de seu programa, no qual uma das questões era "Como se chama o pai de Adolf Hitler". Neste momento, ele usou a saudação nazista.

O programa do último domingo era uma gravação de Silvio, que já estava pronta. Ele passou as últimas três semanas sem gravar por conta de uma virose que o tirou até do Teleton, pela primeira vez em 21 anos. Seu retorno é aguardado na sede do SBT nesta terça-feira (5).

De acordo com a emissora, há pelo menos quatro programas para serem exibidos nos próximos domingos até o final de novembro. O repouso de Silvio não afetaria em nada o andamento da programação. A ideia é que ele volte para gravar o programa que vai ao ar em dezembro.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem