Celebridades

Pedro Scooby abre o jogo sobre valor da pensão dos filhos e término com Anitta

'Não tenho medo de ser gay, só não me sinto atraído', revela surfista sobre caso envolvendo jornalista Luan Santos

Surfista Pedro Scooby é capa de setembro da revista QG Brasil
Surfista Pedro Scooby é capa de setembro da revista QG Brasil - Divulgação/QG Brasil
São Paulo

Pedro Scooby, 31, resolveu abrir o jogo sobre suposto envolvimento com jornalista Luan Santos e relacionamento com as ex Luana Piovani e Anitta

"Graças a Deus tenho uma boa relação com a Luana hoje em dia. Sempre fui um cara muito dedicado. Todo mundo sabe que fui eu que ensinei meus filhos a pegar onda, andar de skate, nadar", contou à colunista Fábia Oliveira, de O Dia. 

O surfista também rebateu as especulações de que é um pai ausente e um "cara encostado", e contou inclusive o valor da pensão que paga aos filhos. 

"Eu sou um pai muito presente na vida dos meus filhos. Nunca atrasei nem um dia a minha pensão para ela. Muita pessoas falam "que cara encostado". Encostado em quê? Eu pago R$ 10 mil de pensão para os meus filhos. Não busco dinheiro nem fama, e sim, busco felicidade".

Questionado sobre o atual namorado de Piovani, o jogador de basquete israelense Ofek Malka, Scooby disse que quer "mais é que ele faça a Luana muito feliz". "Se um dia ele conhecer meus filhos, se der certo essa relação, que ele trate todos eles bem", completou. 

O surfista garante que mantém uma ótima relação com a ex-esposa e que está sempre presente na educação dos filhos. Mas quando se trata do último relacionamento, com a cantora Anitta, a aproximação parece não ser a mesma. 

"A gente não se fala. Não ficou a amizade. Mas ela é uma pessoa muito especial, eu guardo com carinho tudo que a gente viveu. É uma pessoa maravilhosa, acho uma baita profissional, supercompetente", elogiou.

Scooby  esclareceu, ainda, a respeito de seu trabalho e como faz para ganhar dinheiro. "As pessoas têm uma impressão de que para você ser bem-sucedido, você tem que ter um título ou você tem que ser um cara que ostenta, para mostrar que tem dinheiro", disse o surfista, que contou que recebe dinheiro de patrocínio desde os 13 anos de idade. 

 

"Os presentes que dei para a Luana e para minhas ex-namoradas sempre foram presentes que os meus amigos milionários não dão", completou Scooby, que foi acusado de se aproveitar financeiramente de Anitta durante o relacionamento. 

Sobre o suposto relacionamento homossexual e extraconjugal com o jornalista Luan Santos, Scooby disse que se fosse gay, não teria nenhum problema em assumir. "Eu sou um cara que tem a mente muito aberta. A minha casa, na época em que era casado, era mais frequentada por gays do que por héteros. Sou um cara que levanta a causa, defendo meus amigos. Se eu vejo uma atitude homofóbica, sou o primeiro a defender", compartilhou. 

"A própria Luana riu dessa história toda, mesmo porque o mesmo cara tentou contar a mesma história em 2012. Ela riu demais. Eu não tenho que ficar me justificando", afirmou sobre o caso, que teria acontecido enquanto ainda era casado com a atriz. 

Por fim, Scooby confessou que ainda não decidiu que medidas tomará a respeito da história. "Não sei ainda se vou processá-lo. Eu sou um cara que levo a vida muito de boa". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas