Celebridades

Meghan Markle se posiciona como mulher negra em discurso na África do Sul

Já príncipe Harry diz que educação dos homens reflete na violência contra mulher

Harry e Meghan
Harry e Meghan - Fadel Senna/AFP
São Paulo

A duquesa Meghan Markle, 38, fez um discurso emocionado durante a sua visita à África do Sul. Ela viajou ao país ao lado do marido Harry, 35. O casal vai viajar pela região ao longo de dez dias.

Em sua primeira parada, Nyanga, distrito da Cidade do Cabo, a Markle falou ressaltou sua origem negra e sobre a importância de fortalecer as mulheres ao visitar a organização The Justice Desk,  que apoia crianças e pessoas vulneráveis daquele local. 

"Estou aqui com meu marido como um membro da família real, mas estou também como mãe, mulher, como mulher negra e como irmã", afirmou a duquesa que foi aplaudida pelos ouvintes. "Estou aqui com vocês, estou aqui por vocês", continuou. 

Meghan assistiu a uma aula em que meninas aprendem técnicas de autodefesa e afirmou que as mulheres devem lugar por "respeito, dignidade e igualdade".

O príncipe Harry também falou sobre o quanto a violência naquela região afeta a qualidade de vida das mulheres e de seu papel como pai na educação de um menino. "Nenhum homem nasce para machucar uma mulher. Esse é um comportamento ensinado e um ciclo que precisa ser quebrado. É uma questão de redefinir a masculinidade e criar novos caminhos que as crianças possam segui-los e, assim, fazer uma transformação possível e positiva rumo ao futuro", afirmou o príncipe.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem