Celebridades

Ludmilla cancela participação em show de Nego do Borel após cantor ser vaiado

Comentário transfóbico motivou cancelamento de outras parcerias

Nego do Borel e Ludmilla
Nego do Borel e Ludmilla - Reprodução/Instagram/Divulgação

São Paulo

Nego do Borel, 26, se envolveu em uma polêmica que o tem custado algumas parcerias. O cantor foi vaiado no Bloco das Poderosas, de Anitta, teve parceria cancelada com Luísa Sonza, e agora foi a vez da cantora Ludmilla.

A cantora de "Din Din Din" cancelou uma participação no show do cantor prevista para o dia 29 de janeiro, no Rio. Nego comentou o caso: “Queria agradecer, do fundo do meu coração, às minhas irmãs Ludmilla, Luísa, que não vão poder participar do meu DVD, mas eu super entendo, supertranquilo“, 

"Estou aqui mais uma vez para me desculpar pelo comentário que fiz para Luisa [Marilac]. Eu acho que brinquei com uma coisa muito séria, que eu não sabia o quanto era importante. Hoje eu sei, hoje estou aprendendo, já vivi muito preconceito, sabe?",  disse Nego em um vídeo publicado nesta segunda-feira (21).

"Está doendo muito dentro de mim eu ter que abrir meus comentários e ver as pessoas falando que sou transfóbio, homofóbico, um lixo que devia voltar para o buraco da onde eu vim“, completou.

O cantor afirma ter errado e disse que fez o comentário considerado transfóbico, motivo da polêmica, achando que seria engraçado, mas que entende o quanto é importante respeitar a história LGBT, porque muitas pessoas já morreram e podem morrer por isso.

“Me perdoa, estou pedindo desculpas, sou um ser humano. Eu acho que todo ser humano erra e merece perdão. Às vezes minha mãe está vendo televisão e ela vê que estão me vaiando, me chamando de transfóbico, homofóbico e não é isso que eu quero, não é isso que eu sou, mas eu entendo a galera que está chateada porque é muito sério o que está acontecendo“, afirmou.

Ao final, ele agradeceu pelo público ensiná-lo sobre o assunto e disse estar desenvolvendo um "respeito que tinha, mas não tinha".

ENTENDA O CASO

A polêmica começou quando Luisa Marilac, famosa pela frase "e teve boatos de que eu estava na pior", comentou em uma foto do Nego do Borel dizendo "a cada dia que passa você está mais gato, homem". O cantor então respondeu: “Você é um homem gato também, parabéns. Deve estar cheio de gatas!“.

O comentário foi considerado trasnfóbico e motivo de boicote para os fãs. No bloco de Carnaval de Anitta, Nego do Borel foi vaiado e a cantora saiu em defesa do amigo. "Eu jamais vou virar as costas para um amigo meu. O que eu posso fazer como amiga é instruir as pessoas das coisas que elas não sabem. [...] Não significa que eu concorde com coisas que ele pensa e faz, mas significa que eu o amo independente disso e eu estou aqui para ensinar ele (sic) as coisas."

Luíza Sonza, que cancelou a parceria que faria com o cantor, comentou em um vídeo do canal Hotel Mazzafera que tomou a decisão “porque obviamente eu não concordo com algumas atitudes que ele teve e isso não é de acordo com meus ideais e minhas ideias… É, pelo que aconteceu com a Luisa [Marilac]. Ele reconheceu [o erro] e acho que isso vai ele a rever e a entender que isso é um assunto sério".

"Eu tento ser sempre muito transparente e gosto de ter coerência nas minhas ideias", disse Luíza.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem