Celebridades

Após questionar Bolsonaro, Bruna Marquezine é atacada por internautas

Em rede social, atriz pediu explicações sobre as finanças da família do presidente

A atriz Bruna Marquezine na 7ª edição do jantar beneficente da amfAR (Fundação para Pesquisa da Aids), em São Paulo - Marcus Leoni - 24.abr.2017/Folhapress

São Paulo

"Presidente Bolsonaro: explique ao mundo as finanças da família". A frase foi publicada pela atriz Bruna Marqeuzine, 23, no Instagram pelo recurso Storie da rede social —em que fotos e vídeos desaparecem após 24 horas. 

O presidente Jair Bolsonaro tem sido questionado sobre o caso envolvendo seu filho mais velho, Flávio Bolsonaro, e o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). O órgão considerou suspeitos 48 depósitos feitos em dinheiro na conta de Flávio. Os depósitos, sempre no valor de R$ 2.000, totalizando R$ 96 mil, ​foram feitos em junho e julho de 2017 no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legislativa do Rio.

O órgão de combate à lavagem de dinheiro também identificou movimentação atípica na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio e amigo da família Bolsonaro. Queiroz recebeu, por exemplo, transferências de outros funcionários do gabinete de Flávio e deu um cheque de R$ 24 mil à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

O questionamento de Marquezine, entretanto, incomodou internautas, que passaram a atacar a artista nos comentários das mais recentes fotos publicadas no seu Instagram —as imagens não envolvem política apesar do teor das mensagens virtuais.  

"Alinada demais... Virou modinha agora falar sobre política? Aprendeu onde, na Europa? Eu acho que não podemos ser hipócritas né? Se quer saber dos gastos do novo governo, deveria ter questionado também, o governo anterior... Ou será que estava sendo beneficiada?", escreveu um internauta. 

"Petista de merda. Lixo. Lave a boca para falar do nosso presidente sua vacaaaaaa", escreveu uma usuária da rede social. 

"Sua hipócrita. Não apaga os comentários, não. Fala o que quer e ouve o que não quer. Vai cuidar sua  vida sua esquerdista. Cadê você nos 16 anos de roubos do PT", disse outra mulher. 

Internautas também citaram o namoro de Marquezine com o jogador Neymar —os dois terminaram o relacionamento no fim do ano passado. "Tá descontando no nosso presidente o pé no rabo que você levou querida? Enfia sua língua no cu, comunista de merda. E vá para os quantos dias infernos!", disse uma mulher.

Outra escreve: "Não fica descontando o pé na bunda que você levou tentando desvalorizar o nosso presidente. Ele não tem nada a ver com o que aconteceu. Você está muito ressentida querida, se precisar desabafar, estarei aqui." 

Não é a primeira vez que Marquezine, que, no período das eleições de 2018, aderiu a campanha #EleNão, contra Jair Bolsonaro, é atacada por seus posicionamentos políticos. No ano passado, uma internauta disse que a atriz estaria com medo de deixar de ser a namoradinha do Brasil e insinuou que ela receberia um salário "sujo" da TV Globo.

Na época, Marquezine respondeu o comentário no seu Instagram: "Se eu tivesse medo de deixar de ser a namoradinha do Brasil, coisa que eu não sou, tava quieta. Meu trabalho é honesto e é só isso que eu sei."

 
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem