Celebridades

Chris Brown é acusado de crime ambiental por manter bebê de macaco raro em cativeiro

No ano passado, ele comprou um macaco capuchinho para a filha

chris brown com um macaco na cabeça
Chris Brown foi notificado pela polícia ambiental por manter um macaco raro sem autorização - Reprodução/Instagram/chrisbrown

São Paulo

O rapper Chris Brown, 29, foi intimado por crime ambiental, nos Estados Unidos. É que o cantor mantinha em casa um bebê de macaco capuchinho de estimação.

Segundo documentos da polícia, o delegado de Los Angeles está multando o cantor por manter uma espécie rara sem permissão em sua casa. O crime pode dar até seis meses de prisão, segundo informa o site TMZ.  

O rapper comprou o bebê macaco em dezembro do ano passado como presente de Natal para a sua filha, Royalty. Na época, Brown ainda brincou que, um dia, o novo bebê poderia ficar muito maior do que a própria filha. 

O rapper postou vídeos nas redes sociais quando o macaco chegou, e muitos fãs disseram que o animalzinho estaria muito melhor livre na selva do que dentro de uma casa. Outros acusaram o rapper de colocar a vida da filha em perigo. 

Após ser notificado e multado, o rapper terá de responder ao crime em um julgamento já marcado para o início de fevereiro. O departamento de Peixes e Vida Selvagem da Califórnia já iniciou uma investigação sobre a compra do animal. 

Para evitar uma busca das autoridades em sua casa, o cantor decidiu entregar o animal voluntariamente. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem