Celebridades

Suspeito de agredir atriz Cristiane Machado se entrega à polícia no Rio

Sergio Schiller Thompson-Flores se apresentou na noite deste domingo

Após vídeo que registra agressões praticadas por marido, Cristiane Machado diz que teme morrer
Após vídeo que registra agressões praticadas por marido, Cristiane Machado diz que teme morrer - Arquivo Pessoal

São Paulo

O ex-diplomata Sergio Schiller Thompson-Flores, acusado de agredir a mulher, Cristiane Machado, se entregou à polícia. A  Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) do estado do Rio de Janeiro confirmou que ele "ingressou no sistema prisional na noite deste domingo (25)".

Cristiane acusa Flores de agredi-la física e verbalmente. Ela instalou câmeras em seu quarto e gravou os episódios. Os vídeos foram exibidos no programa Fantástico, da Globo, no dia 18 deste mês. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e era considerado foragido desde o dia 31 de outubro.

Também neste domingo, Cristiane disse ao mesmo Fantástico que o marido tentava saber sobre a sua rotina. De acordo com a atriz, Flores ligou para o caseiro para obter informações sobre o que ela fazia.

A defesa de Flores rebate todas as acusações. Segundo os advogados, o ex-diplomata ligou para saber sobre os seus bens e sobre os animais de estimação. Eles também negam que Flores tenha agredido a mulher.

AGRESSÕES

Cristiane —que já atuou em novelas da Globo e da Record e é conhecida por ser a musa brasileira do artista plástico Vik Muniz— já havia detalhado as supostas agressões do marido em entrevista ao F54, que, segundo ela, foram de xingamentos e empurrões a puxões de cabelo, tapas e ameaças de morte, além do cárcere privado.  

Sylvio Guerra, advogado da atriz, afirmou que ela sofreu agressões em série. A primeira denúncia foi realizada em 4 de março e resultou numa medida protetiva que proibia Sérgio de manter contato ou ficar a menos de 300 metros de distância de Cristiane. Assim, ele teria que deixar a casa em que vivia com a atriz, no Rio.

Sérgio, no entanto, quebrou a medida e invadiu a residência da atriz. Com imagens gravadas por câmeras escondidas instaladas em seu quarto, a atriz fez a segunda denúncia. “Usando as imagens como prova, requeri a prisão preventiva de Sérgio, que foi acolhida. Hoje ele é foragido da polícia e da Justiça. Está sendo procurado”, afirma o advogado. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem