Celebridades

Marcelo Adnet relata ofensa sofrida em mercado na Barra: 'Vaza, vagabundo!'

Comediante publica história no Twitter e afirma que ofensor fazia armas com as mãos

Marcelo Adnet; durante rvento em São Paulo
Marcelo Adnet; durante rvento em São Paulo - Marcus Leoni/Folhapress
São Paulo

O comediante Marcelo Adnet, 37, afirmou nesta sexta-feira (2), em sua conta no Twitter, ter sido ofendido enquanto fazia compras em um mercado no bairro da Barra, no Rio de Janeiro.

"Parei em um mercadinho na Barra pra fazer umas compras. Quando estava carregando o carro com sacolas vejo um senhor fazer gesto de armas com as mãos e gritar 'vaza', 'vai embora', 'tá olhando o quê?'" relatou o ator. "Até eu entrar no carro alguém se juntou gritando 'vaza vagabundo, vagabundo!'". 

A um seguidor que sugeriu que Adnet deveria ter feito um B.O. e denunciado o caso, o comediante respondeu:  "Foi muito rápido e como estava sozinho sendo provocado por 2 ou 3 pessoas, preferi manter a cabeça erguida e abraçar a criança porque é a resposta que posso dar", escreveu.

"Voltar com a polícia e dizer “ele fez arminha pra mim e gritou vagabundo vaza daqui” acho demais. Mas vale o relato", concluiu.

Adnet se posicionou contrariamente ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) em alguns tweets antes das eleições do último domingo (28). Nesta quinta (1), retweetou uma publicação que o acusava de ter imitado Bolsonaro xingando uma enfermeira em um áudio falso que teria circulado durante o período eleitoral.

"As eleições acabaram mas os crimes cometidos orquestradamente contra mim seguem!", escreveu na ocasião.

Em setembro, o ator condenou o ataque sofrido pelo então candidato Bolsonaro, afirmando que "violência nunca será a resposta". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias