Celebridades

Eleito deputado, Alexandre Frota pode ser preso por dever mais de R$ 60 mil de pensão

Processo em segredo de Justiça foi movido pelo filho Mayã

Montagem de Alexandre Frota e seu filho Mayã Frota
Alexandre Frota foi processado pelo filho Mayã por falta de pagamento de pensão alimentícia - Reprodução/Instagram/
São Paulo

O deputado federal Alexandre Frota, 54, eleito por São Paulo no último domingo (7), está enfrentando um processo movido por seu filho, Mayã Frota, 18, que envolve uma alta dívida com pensão alimentícia.

A dívida, segundo o jornal Extra, estaria em torno de R$ 60 mil –o valor inicial era de R$ 9.176,24, mas foi acrescido de juros e correção pela inadimplência do ator. Ainda segundo a reportagem, Frota pode ser preso caso não pega a quantia nos próximos três dias. 

De acordo com o Código Eleitoral, nenhuma pessoa ser presa entre cinco dias antes do pleito e em até 48 horas após o encerramento da eleição. O processo entra em uma nova fase com o término do prazo, que se encerrar por volta da meia-noite desta terça (9).  O processo corre em segredo de Justiça.

Procurados, Alexandre Frota e seu advogado não se manifestaram até a publicação deste texto. O Filho dele, Mayã, também não respondeu a reportagem.

No domingo à tarde (7), após a divulgação do resultado das eleições, Mayã, criticou o fato de o pai ter sido eleito. Ele ainda afirmou que foi bloqueado pelo pai nas redes sociais. "Sou filho de um ex-ator pornô, ex-viciado em cocaína, que defende a família, mas queria me abortar. Como ele virou atual deputado federal de São Paulo, eu não sei", afirmou Mayã, em mensagem no Twitter.

O rapaz de 18 anos é filho da personal trainer Samantha Lima Gondim, que foi namorada de Frota na década de 1990. Há três anos, Mayã foi entrevistado pelo site Ego, e disse que sonhava seguir a carreira de modelo. Na ocasião, ele disse que não tinha contato com o pai desde 2013. 

Em um vídeo feito ao vivo pelo Facebook, Alexandre Frota respondeu ao filho. "Hoje, fui surpreendido por uma mensagem do meu filho, que está atualmente morando na Bélgica. Ele disse que não entende como eu fui eleito e não vou deixá-lo sem resposta."

"Eu fui eleito com mais de 152 mil votos, porque essas pessoas acreditaram no meu trabalho que vem sido feito desde 2013. Essas pessoas não foram preconceituosas, falsas e moralistas", disse Frota. 

Sobre o fato de quase ter sido abortado, Frota diz que isso nunca foi uma opção. "Nunca quis abortar você até porque essa opção seria de sua mãe. Sempre fui contra o aborto. Hoje você tem 18, está prestes a fazer 19 anos e deveria conhecer toda a minha história." 

Frota ainda confrontou o fato de ter sido ator pornô e viciado em drogas. "Fui ator da TV Globo, e quando eu me tornei ator pornô, você já tinha quatro anos. E, desse trabalho, você estudou, comeu e se vestiu. Tudo, com o dinheiro da pornografia. Durante muito tempo, você e sua mãe foram sustentados com esse dinheiro."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias