Celebridades

Bella Falconi aposta no equilíbrio do sal para manter alimentação

Musa fitness também controla a alimentação da filha Victoria, 3 anos

Bella Falconi e a sua filha Victoria, 3 anos, em passeio na praia
Bella Falconi e a sua filha Victoria, 3 anos, em passeio na praia - Divulgação
 
Descrição de chapéu Agora
Leonardo Volpato
São Paulo

Nutricionista de formação e influenciadora digital do universo fitness, a modelo Bella Falconi, 33, revela que, antigamente, era adepta do radicalismo e cortava completamente o sal de sua dieta. Hoje, porém, ela diz que a base de sua rotina balanceada tem como regra o equilíbrio.

“Acredito no equilíbrio, em fazer escolhas sensatas. Tendo uma visão de nutricionista, não sou favorável a cortar todo o sal da dieta, até porque ele possui não apenas sódio, mas iodo, que é um elemento importante para o bom funcionamento da tireoide. Então, hoje uso pouco sal, mas não o tiro completamente das refeições”, afirma.

A modelo acabou de ganhar bebê. Em 20 de agosto, ela deu à luz Stella. Bella também é mãe da pequena Victoria, de três anos. Na época de gravidez, a modelo, conhecida pelo corpo escultural, reduziu a quantidade de exercícios físicos. Com relação à alimentação da filha maior, ela brinca que tem tido dificuldades para controlar o que a menina ingere.

“Dizem que em casa de ferreiro o espeto é de pau. A minha filha não gosta de comer, por exemplo, alguns legumes e frutas. Isso me frustra como mãe e como nutricionista. Mas eu tenho dado exemplo, assim como meu marido, de boas escolhas nutricionais. Não sou uma mãe opressora e acredito que os meus hábitos possam ensinar muito mais do que minhas palavras”, afirma.

Mesmo assim, a modelo projeta que uma rotina saudável desde a infância garantirá que tanto Victoria quanto Stella cresçam com uma mentalidade voltada para o que faz bem. “Graças a Deus, as duas são saudáveis. Para mim, a saúde das meninas é o mais importante. Elas já nasceram nesse contexto fitness”, conclui.

Agora
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias