Celebridades

Jeniffer Oliveira, de 'Malhação', diz ter sofrido a 1ª agressão física, mas a psicológica já ocorria

Atriz afirma ter sido agredida pelo ex-namorado Douglas Sampaio

A atriz Jeniffer Oliveira interpreta Flora em 'Malhação: Vidas Brasileiras'
A atriz Jeniffer Oliveira interpreta Flora em 'Malhação: Vidas Brasileiras' - Reprodução/Instagram
Cris Veronez
Rio de Janeiro

Após declarar ter sido agredida pelo ator Douglas Sampaio, 25, tudo o que Jeniffer Oliveira, deseja agora é paz e distância do ex-namorado. A atriz, que está no ar em "Malhação - Vidas Brasileiras" (Globo), conversou com o F5 assim que terminou as gravações da novela teen na tarde desta terça (26).  

Ela disse que os argumentos que Sampaio utilizou para se defender não fazem sentido e que seu objetivo, ao divulgar a agressão, é lutar não apenas por si, mas por todas as mulheres que passam pela mesma situação. 

Oliveira afirma que essa foi a primeira vez que sofreu agressão física de Sampaio, mas que a violência psicológica já acontecia há tempos. Ela diz ainda que a amiga Pally Siqueira, sua colega de elenco em "Malhação", foi quem lhe encorajou a denunciar o caso.

"Nunca imaginei que isso fosse acontecer comigo, nunca me imaginei machucada. Mas mesmo assim, um hematoma é o de menos. Machuca muito mais a nossa cabeça, a nossa autoestima, o nosso emocional. É horrível. Muito, muito ruim", afirmou a atriz de 19 anos.

A suposta agressão foi registrada na 16ª DP (Barra da Tijuca) no último domingo (24). A Polícia Civil do estado do Rio afirmou que uma equipe busca imagens das câmeras de segurança do estabelecimento em que houve o desentendimento e de depoimentos de testemunhas.

Caso confirme a violência, o ator poderá ser indiciado pela Lei Maria da Penha.  Em 2016, Sampaio também foi acusado de agressão por sua então noiva, a atriz Rayanne Morais, que conheceu durante o reality A Fazenda, um ano antes. Sampaio foi procurado pelo F5, mas não houve retorno até a publicação desta reportagem. 

F5 - Depois que você escreveu seu depoimento, Douglas Sampaio publicou dois vídeos em resposta e alguns prints de conversas e mais vídeos. Você viu?
Jeniffer Oliveira - Ele fez dois vídeos e apagou os dois. Em um deles, ele colocou no feed me chamando de aproveitadora e mentirosa. Logo em seguida ele apagou, porque falava coisas que não são verdade, por exemplo, que eu tinha me metido em uma briga, que tinha provas.
Ele também postou prints de conversas que não dizem nada. Pelo contrário. Ficou ainda mais feio para ele, porque falo que ele me machucou, tento conversar com ele, digo que não é a primeira vez que ele me trata assim. Ele deu um tiro no próprio pé. Está tentando escapar de um erro que já cometeu outras vezes. Dessa vez a minha vontade é fazer com que ele não consiga escapar, para ele não sair impune. Claro que faço isso por mim, mas não estou lutando por um caso isolado, só da Jeniffer que apanhou dentro de um restaurante e está com hematomas no corpo. Estou falando de mim e de milhares de mulheres. Ontem li histórias horríveis no meu post, mas também de superação, de mulheres que leram meu depoimento e se inspiraram para sair dessa situação.

Teve muito apoio dos seus amigos e fãs?
Sim, muito. Vários atores entraram em contato comigo. Preta Gil, Fernanda Lima, Bruna Marquezine… Tive um apoio muito grande e acho isso importante: as mulheres poderem se apoiar, porque a gente realmente se sente muito sozinha. E uma pessoa como Douglas, que é totalmente manipuladora, consegue sair de uma situação dessa impune, continuar trabalhando. A vida dele não para. E ele faz o que faz.
Ele disse que eu fiquei ‘mordida’ porque não queria terminar com ele, e na conversa que ele postou tinha um print dizendo que eu queria terminar. Primeiro ele disse que você arrumou briga com ele porque não aceitava o término. Depois disse que você meio que terminou. Não entendi muito bem. Essa declaração foi feita em um dos vídeos que ele apagou.
Em nenhum momento da conversa peço para voltar, ou falo que não vou terminar, ou ameaço ele. Pelo contrário, quando ele diz: ‘Está me ameaçando?’, eu falo: ‘Não… não sou você, Douglas’. Ele está tentando reverter a história de qualquer maneira. Na verdade não estou acompanhando o Instagram dele, mas muitos amigos meus, que estão indignados e que querem me proteger, me falaram isso. Disseram que ele está entrando em uma contradição gigante. 

Você estava dançando e ele ficou com ciúme, foi isso?
A discussão da minha dança com ele foi que eu subi em cima do sofá em um momento e ele ficou revoltado com isso. Depois, ele queria ir embora e eu não queria. Ele queria que eu fosse com ele, que o respeitasse naquele momento. Achei que o show dele não tinha coerência, então falei que ele podia ir embora, que eu não iria junto e que eu queria terminar o relacionamento naquele momento, porque não estava sendo bom para mim.
Aí ele sumiu e do nada quando voltou estava agressivo, me machucando, gritando, botando o dedo na minha cara, me xingando, e como eu falei no texto, demorei muito a entender que eu estava sendo agredida. Eu não estava entendendo. Eu fiquei quieta. Quando acabou a discussão fui para outro lugar, sentei, fui conversar com minhas amigas.
Em momento nenhum, naquele local, eu cheguei a chorar. Depois ainda procurei por ele, como falei no texto. Realmente não estava entendendo o que estava acontecendo comigo. Não ia falar sobre isso com ninguém. Não ia na delegacia. Mas graças a Deus estou em um elenco muito bom, com pessoas incríveis. Pally Siqueira foi quem me deu esse empurrão para denunciar, me disse que eu não estava sozinha, que eu não era culpada e que muita gente iria me apoiar. 

Ela estava com você naquele dia?
Não. Estava com duas amigas, que são minhas testemunhas e que vão participar da investigação. Pally esteve comigo no dia seguinte, sábado. Fui gravar e estava machucada ainda. Ela viu tudo isso e ficou muito indignada.

Foi a primeira vez que Douglas agrediu você fisicamente?
Sim, fisicamente sim. Ele tinha esse jeito de me xingar e ser fofo logo em seguida. Muitas vezes, após um xingamento, em vez de ele me pedir desculpas era eu quem pedia. Ele fazia uma pressão tão grande na minha cabeça, que eu me sentia muito culpada. E na verdade não tinha culpa de nada. A gente entra num ciclo vicioso quando lida com uma pessoa doente. Douglas me chamava de maluca. Tudo o que está nele, ele projeta para o outro. 

Você sabia sobre a denúncia de agressão que Rayanne Morais, ex-noiva de Douglas, fez contra ele em 2016?
Quando conheci Douglas, eu não sabia das fofocas que envolviam o nome dele. A primeira coisa que soube foi sobre a Rayanne, e ele me falou que ela que tinha se trancado no closet dele e se batido, que ela era calculista. Foi o que ele disse para o público na época. E agora ele falou a mesma coisa de mim, que eu me bati e que sou calculista. Até o depoimento dele é igual. Ele machucou ela da mesma forma que me machucou. Eu tinha visto, mas não acreditava, e hoje eu vejo quem é ele.

Você chegou a fazer exame de corpo de delito?
Não, mas tenho fotos com hora e data, como o exame de corpo de delito. Não pude ir até o centro do Rio. Moro na Barra, estava gravando muito e não tive esse tempo. Fui na delegacia no domingo e depois fui para casa, pois na segunda eu ia trabalhar cedo. Mas estou totalmente instruída de como agir agora em relação a tudo isso.

Quais são os próximos passos?
Agora estamos na parte de investigação. Douglas vai ser ouvido, assim como as testemunhas dele e as minhas. O processo vai rolar. Como está muito recente, ainda não temos data certa para nada. Essas coisas demoram e, agora, vou tentar não pensar muito nisso. Quero distância dele e de qualquer pessoa que me ligue a ele. 

Os números relativos de agressão a mulher são altíssimos. Você imaginou que um dia faria parte dessa estatística?
Não. Acho que foi por isso que minha ficha demorou tanto a cair. Por isso me senti tão culpada. Nunca imaginei que isso fosse acontecer comigo, nunca me imaginei machucada. Mas mesmo assim, um hematoma é o de menos. Machuca muito mais a nossa cabeça, a nossa autoestima, o nosso emocional. É horrível. Muito, muito ruim.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias