Celebridades

Isis Valverde tomará medidas legais contra nude vazado

Imagem foi tirada em 2016 nos bastidores de uma campanha publicitária

Isis Valverde em foto de seu instagram
Isis Valverde em foto de seu instagram - Reprodução/Instagram

São Paulo

Isis Valverde, 31, deve tomar medidas legais em relação a um nude seu, compartilhado via grupos de Whats App. Na imagem, a atriz aparece com os seios à mostra. Nesta segunda (4), a assessoria informou ao colunista Leo Dias que "o escritório já está tomando as providenciais legais".

Segundo a nota, a imagem fora clicada em 2016, no camarim de um ensaio fotográfico para uma marca. "Isis estava acompanhada do namorado, que também posou para essa campanha. Alguém fez o registro e agora espalhou de má fé, a poucos dias do casamento dela".

Grávida de quatro meses de seu primeiro filho, a atriz Isis Valverde está trabalhando a todo o vapor nos preparativos de seu casamento com o empresário André Resende. A cerimônia acontece no dia 10 de junho, em um sítio em Guaratiba, na zona oeste do Rio de Janeiro. 

CASO SEMELHANTE

Quem também foi vítima de um caso semelhante em março deste ano foi Paolla Oliveira, 35. A atriz foi clicada sem seu consentimento no set de filmagem da série "Assédio" (Globo) e as fotos foram publicadas na internet.

Uma sequência de três imagens mostra a atriz apenas de sutiã, sem roupa na parte de baixo. Em outras duas fotos ela aparece já vestida, como que deixando o local de gravação. Em comunicado enviado à imprensa, a emissora confirmou que as fotos foram feitas dentro do set e disse que vai "aprimorar suas medidas de segurança".

Em seu perfil no Instagram, a atriz se disse explorada e desrespeitada por um colega de trabalho. "Até quando a invasão da privacidade de um ser humano, o desrespeito a um ambiente de trabalho e a atitude desonesta de trair a confiança de colegas de trabalho serão tratados como um ato de esperteza em nossa sociedade? Esta é a pergunta que me faço e gostaria de compartilhar com todos."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem