Celebridades

Mãe de Cristiano Ronaldo aposta no neto: 'Mais jeito com bola do que o pai na idade dele'

Avó coruja, Dona Dolores está no Brasil para promover lançamento de autobiografia

Dona Dolores, a mãe de Cristiano Ronaldo, em hotel em São Paulo
Dona Dolores, a mãe de Cristiano Ronaldo, em hotel em São Paulo - Folhapress/Zanone Fraissat
São Paulo

Em visita ao Brasil para promover o lançamento de sua autobiografia, "Mãe Coragem" e a inauguração do restaurante português Dona Dolores, em Gramado (RS), a própria Dona Dolores, mãe do craque português Cristiano Ronaldo, deixou seu palpite de quem poderá substituir o filho como o futuro melhor jogador do mundo.

Para ela, o nome do futuro craque será nada mais nada menos do que Cristiano Ronaldo. O Jr., claro. Filho mais velho de Cristiano Ronaldo, o "Cristianinho", como a avo o chama, tem hoje oito anos.

Parte da previsão são delírios de avó coruja: "O Cristianinho para mim é como um filho. Tenho nove netos, mas a relação com ele é diferente", derrete-se Dolores.

Mas parte também vem de quem conhece, e muito, o atual melhor jogador do planeta. "Ele tem jeito para bola. Mais do que o Ronaldo quando tinha a idade dele", garante. "E ainda tem um professor, coisa que o Ronaldo não tinha". 

COPA DO MUNDO

Às vésperas da Copa do Mundo da Rússia, a mãe de Ronaldo diz que acompanhará Portugal in loco caso a seleção ultrapasse a fase de grupos. Mas não se diz especialmente ansiosa pelo desempenho do filho.

"Ronaldo já ganhou tudo o que tinha de ganhar", diz. 

O português, de fato, já ganhou cinco vezes o prêmio da Fifa de melhor jogador do mundo, cinco títulos nacionais por Real Madrid e Manchester United, uma Eurocopa por Portugal e quatro troféus da Liga dos Campeões, podendo até aumentar sua galeria neste sábado (26), quando disputará a chance do quinto título da Liga na partida entre o seu Real Madrid e o Liverpool, às 15h45 (horário de Brasília).

Tudo bem, mas falta a Copa, dirão os críticos. "Se ele ganhar a Copa, muito bom", responde dona Dolores. "Mas, se não, tenho certeza que ele deu o seu melhor." 

Falta combinar com os portugueses. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem