Celebridades

De fantasia ou totalmente sem roupa, príncipe Harry aproveitou fase festeira

Antes de conhecer a futura mulher, príncipe ficou conhecido pelas baladas sem moderação

O príncipe Harry vai se casar com a atriz Meghan Markle neste sábado (19)
O príncipe Harry vai se casar com a atriz Meghan Markle neste sábado (19) - Daniel Leal-Olivas-22.abr.2018/AFP

São Paulo

Em sexto lugar na linha de sucessão ao trono, bem longe do segundo posto ocupado pelo irmão mais velho, o príncipe Harry carregou a fama de rebelde da família real durante muitos anos. 

Sem a mesma pressão para herdar o trono da avó, a rainha Elizabeth 2ª, Harry não se poupou de festas e nem de polêmicas. Ele se casa neste sábado (19) com a atriz norte-americana Meghan Markle. A cerimônia será realizada por Justin Welby, arcebispo de Canterbury, no castelo de Windsor.

Relembre a seguir algumas delas.

CONFUSÃO PRECOCE

Em 2002, aos 17 anos, o príncipe Harry estampou os jornais britânicos com declarações que indicavam que já bebia e fumava maconha. Com a confissão, seu pai, o príncipe Charles o mandou para um centro de reabilitação --no qual passou um dia. A rainha Elizabeth 2º condenou a atitude do neto, em um comunicado público.

Príncipe Harry escolhe drink em festa de rua em Belmopan, em Belize, em 2012 - Suzanne Plunkett-02.mar.2012/Reuters

O tabloide londrino News of the World publicou uma matéria em julho daquele ano dizendo que Harry bebera seis garrafas de um drinque à base de vodca. Alguns jornais começaram a falar que o príncipe sofria de dependência de álcool.

O príncipe não teria conseguido uma das vagas de "prefect" --estudantes mais velhos que ajudam professores a ficar de olho nos alunos mais novos, no Eton College, tradicional colégio da elite e realeza britânica, depois de admitir ter fumado maconha e saído escondido para freqüentar pubs locais.

ALMA DA FESTA

Em outubro de 2004, na saída de uma discoteca em Londres, o príncipe Harry se envolveu em uma briga com um paparazzo que o seguia. Assessores da família real disseram à época que o fotógrafo atingiu o nariz de Harry com uma câmera, e cortou o próprio lábio com o instrumento de trabalho. A versão do fotógrafo era outra: Harry o atacou, machucando seu lábio.

Um mês depois, o príncipe Harry foi para a Argentina com o propósito de treinar polo. Machucado, decidiu driblar, com uma moto, o forte esquema de segurança em torno dele para visitar os bares da região onde estava hospedado.

COMENTÁRIO RACISTA

O príncipe Harry foi obrigado a frequentar um curso sobre igualdade e diversidade do Exército do Reino Unido depois de ter chamado um colega asiático de "paki", termo considerado pejorativo para se referir a um imigrante ou descendente de paquistanês.

Em vídeo publicado em 2009 pelo jornal britânico The Daily Mirror, gravado enquanto os cadetes aguardavam um voo para o Chipre, Harry está atrás da câmera e só pode ser ouvido fazendo comentários irônicos. "Todos os demais aqui..ah, nosso pequeno amigo "paki"...Ahmed", disse, enquanto aumentava o zoom da câmera na direção do rosto de um cadete asiático. No vídeo, Harry afirma ainda que um colega parece um "raghead", termo pejorativo para cidadão do Oriente Médio. As imagens foram gravadas em 2006.

Harry emitiu um comunicado pedindo desculpas pelo comentário. Ele afirmou que o termo foi usado sem nenhum tom de racismo ou malícia.

O príncipe Harry (esq.) durante parada militar em Sandhurst, na Inglaterra - Dylan Martinez-12.abr.2016/Reuters

MÃO BOBA

Em 2006, o tabloide The Sun publicou uma foto em que o príncipe Harry, à época com 21 anos, aparece visivelmente embriagado e com a mão no seio de uma amiga em um clube londrino. Na época, ele namorava  Chelsy Davy. Na foto, Harry aparece em primeiro plano, abraçado a uma garota que o tablóide identifica como Natalie Pinkham. William  aparece em segundo plano, com um copo na mão e também visivelmente embriagado, conversando com outra jovem. 

O Palácio de Buckingham confirmou a autenticidade das fotos, mas disse serem de três anos antes, quando Harry era solteiro. 

COM ROUPA....

Em 2005, Harry, aos 20 anos, foi fotografado na festa a fantasia de um amigo usando um uniforme nazista com direito a uma suástica. Na imagem, o príncipe veste um uniforme usado pelo Exército alemão no deserto e uma tarja nazista --o tema da festa era "colonial e nativo".

Na época, Harry foi obrigado a fazer um pedido de desculpas público. "Sinto muito se ofendi ou incomodei alguém. A escolha da minha fantasia foi péssima e peço perdão", disse o príncipe Harry.

Capa do jornal The Sun com foto do príncipe Harry em festa à fantasia, em Londres - Reuters

....SEM ROUPA

Em 2012, o site de celebridades TMZ divulgou fotos do príncipe Harry, então aos 27 anos, sem roupas em uma suíte de hotel em Las Vegas, onde estaria festejando com amigos. Nas fotos, Harry aparece abraçado com duas meninas, que também estão nuas. As imagens teriam sido feitas dentro do quarto de hotel em que o príncipe estava hospedado, supostamente durante um jogo de bilhar em que o perdedor teria de tirar uma peça de roupa.

Após o escândalo, a família real admitiu que o homem nas fotos é Harry e justificou o ocorrido afirmando que o príncipe não estava em missão diplomática nos EUA. 

Em foto disponibilizada pelo site TMZ, o príncipe inglês Harry aparece nu, com uma jovem nua escondida atrás de si, em Las Vegas, nos Estados Unidos, durante uma festa realizada na suíte VIP de um hotel - Reprodução/ TMZ
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem