Celebridades

Carolina Ferraz entra com processo contra a Globo, diz colunista

Desfile da Lenny Niemeyer na 44ª São Paulo Fashion Week
A atriz Carolina Ferraz na São Paulo Fashion Week - Marcus Leoni/Folhapress


A atriz Carolina Ferraz, 49, entrou com uma ação trabalhista contra a Globo, após 27 anos de contrato com a emissora. As informações são da coluna "Radar", da revista "Veja", assinada por Mauricio Lima.

De acordo com a coluna, a atriz pede direitos de funcionária pelo tempo trabalhado. A Globo, no entanto, afirma que ela era contratada como pessoa jurídica. O processo corre em segredo de Justiça.

Procurada pelo "F5", a assessoria de Ferraz disse que a atriz "não está se posicionando sobre o assunto". 

Ferraz estreou na Globo em 1992, primeiro como apresentadora do "Fantástico" e, mais tarde, do programa "Você Decide". Depois, passou para as novelas, tendo trabalhado em produções como "Por Amor", "Pecado Capital", "Kubanacan" e "Avenida Brasil".

Seu trabalho mais recente na emissora foi em 2016, quando interpretou Penélope no folhetim "Haja Coração". Em 2017, a atriz teve o contrato rescindido assim como Maitê Proença, que também colecionava anos de história na Globo. 

Longe da TV, Carolina vem se dedicando ao teatro e ao cinema. Ela também tem um livro publicado, "Na Cozinha com Carolina Ferraz".

CONTRADIÇÕES

Em entrevista ao apresentador Fábio Porchat, a atriz também comentou sobre sua saída da emissora. No "Programa do Porchat" que foi ao ar na última quarta (1º), Carolina Ferraz disse que não sentia ressentimentos.

"Saí tranquila. Tanto de cá, quanto de lá. Eu sou boa emprega e eles bons patrões", disse. "Todo mundo acha que é um tabu falar sobre isso e não é. Eu acho que toda a realidade do mercado mudou e graças a Deus que mudou, né?", explicou a atriz.

"Acho que há dez anos atrás você realmente só tinha um lugar para fazer as coisas, para trabalhar. Hoje em dia não, veja você como exemplo", disse Ferraz, usando a carreira do apresentador Fábio Porchat, que começou sua carreira no YouTube. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem
[an error occurred while processing this directive]