Celebridades

Ex-Gluglu do "Pânico" e da Record, humorista troca TV por carreira de cantor

Aos 34 anos, Vinícius Vieira resolveu dar uma guinada em sua carreira artística.

Conhecido por imitações do apresentador Gugu Liberato e do pagodeiro Netinho de Paula, respectivamente como Gluglu e Mano Quietinho, no "Pânico na TV" (RedeTV!) e depois na Record, ele deixou a TV para se lançar como cantor.

Mudou seu nome, agora atende por Vini Vieira, e rescindiu seu contrato com a Record antes do término —junho de 2014.

"Tive três bandas, cantei na noite. Nunca quis divulgar porque a TV era a minha prioridade", diz ele, em entrevista ao "F5".

"Estava há seis anos na Record, mas sem trabalhar, estava no freezer", afirma, sem perder o bom humor. No canal do bispo Edir Macedo, passou pelos extintos "Show do Tom" e "Tudo É Possível".

Aproveitou o tempo fora do ar para estudar música, produção e compor as oito faixas de seu EP. Está em negociação com duas gravadoras.

"Minhas inspirações são Stevie Wonder, Michael Jackson, música romântica, muito pop, música comercial. Comecei a trabalhar na rádio aos 13 anos, fui locutor e operador de som. Fui afinando meu gosto musical já na área", revela Vieira, natural de São João Nepomuceno, interior de Minas Gerais.


Ele conta não ter abandonado o humor de vez. Em algumas músicas, mescla tiradas engraçadas e palavras de amor. Já lançou o single "Banho de Champanhe".

"As pessoas me veem como humorista, mas não quer dizer que não posso fazer outra coisa. eu sou artista. O Tiago Abravanel faz musical e atua. A Marília Gabriela entrevista, faz novela, teatro, canta", dispara.

"Tenho que acreditar no que eu faço. Não estou pensando em grana. Senão, não teria rescindido meu contrato com a Record."

Também segue fazendo shows de comédia pelo Brasil.

Numa temporada em Belo Horizonte, Vini Vieira conheceu Letícia Santiago, participante do "BBB14", com quem teve um "affair".

Ouça "Banho de Champanhe", primeira música de Vini Vieira.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias