Celebridades

Nanda Costa diz que em Cuba ninguém reclamou de sua depilação

Nanda Costa, 26, voltou a falar sobre a polêmica envolvendo sua depilação íntima em fotos de nudez da revista "Playboy".

De acordo com a atriz, os pelos --considerados excessivos por alguns-- só chamaram a atenção aqui no Brasil.

Feliciano aproveita vídeo do Porta dos Fundos para se promover
Ator de "Amor à Vida" é agredido em assalto no Rio e ficará afastado
Sem explicações, SBT dispensa Bozo mesmo com contrato vigente

"Lá em Cuba [onde as fotos foram feitas] ninguém falou nada", afirmou. "Só depois que a revista saiu."

A declaração foi dada durante gravação do "Programa do Jô" (Globo), na tarde desta segunda-feira (19), em São Paulo.

Sobre o ensaio, Nanda contou ainda que inventou uma personagem para se soltar na hora de fazer as fotos.

A personagem, que atendia pelo nome de Lutécia (nome do hotel em Paris onde as fotos seriam feitas inicialmente), tinha um motivo para andar sem roupa no meio da rua.

"Eu pensei no por que ela estava nua na rua", revelou. "Ela é alcoólatra, não tem dinheiro para beber nem comprar charutos, então tira a roupa para os homens pagarem para ela."


Entre outras curiosidades sobre o ensaio, a atriz disse ainda durante algumas das fotos várias pessoas paravam para vê-la sem roupa.

"Juntava gente, vinha criança", afirmou. Em determinada ocasião, um policial abordou a equipe tentando apreender o material, mas depois foi tirar uma foto com ela no hotel.

Outra revelação da entrevista foi feita pela atriz Taís Araújo, que gravou um vídeo com um depoimento de Nova York.

Ela contou que visitou o restaurante que a mãe de Nanda tinha em Parati (RJ) na época. Taís, então, fazia sua primeira novela na Manchete.

Na ocasião, Nanda era criança, contou uma história macabra para ela e pediu um autógrafo. Anos depois, quando trabalharam juntas em "Cobras e Lagartos" (2006), ela foi lembrada da história pela colega.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias