Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Astrologia
Descrição de chapéu Personare astrologia

Mercúrio retrógrado: Veja sete mitos e verdades sobre esse fenômeno

Fenômeno se repetir quatro vezes em 2022; mas será que deve ser temido?

Mercúrio retrógrado é sempre cheio de mitos
Mercúrio retrógrado é sempre cheio de mitos - rawpixel.com from Pexels
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Marcia Fervienza
personare

O fenômeno Mercúrio retrógrado, que começou na terça-feira (10), costuma ocorrer todos os anos, três ou quatro vezes —veja aqui os períodos de Mercúrio retrógrado em 2022. Mas mesmo sendo comum, esse costuma ser um período de muita preocupação. Veja sete mitos e verdades relacionados a ele. ​

1. MERCÚRIO ESTÁ ANDANDO PARA TRÁS?
MITO. Os planetas não andam para trás. O que nos faz "ver" um planeta aparentemente se movimentando para trás no céu é o fato de ele, em determinado momento, estar se movendo mais lentamente do que a Terra, o que nos dá a ilusão ótica de estar andando para trás.

2. COM MERCÚRIO RETRÓGRADO, NÃO CONSEGUIMOS RESOLVER NADA EM NOSSAS VIDAS
MITO.
Pelo contrário: quando Mercúrio está retrógrado é um ótimo momento para finalizar pendências e retomar coisas que começamos e deixamos na metade do caminho! Além disso, Mercúrio retrógrado traz a necessidade de revisão, gera incertezas sobre decisões tomadas e nos faz questionar se e como devemos seguir adiante. Recomenda-se não iniciar nada novo e focar no que já está em curso. Veja aqui dicas para sobreviver a Mercúrio retrógrado.

3. COM MERCÚRIO RETRÓGRADO, MEU RELACIONAMENTO VAI TERMINAR
MITO.
Não, não vai. Mas é possível que você precise tomar mais cuidado com o que fala, como fala e com o que cala, porque é mais comum que haja mal-entendidos durante esse período. E se por ventura seu relacionamento terminar porque os ânimos estavam a flor da pele, é muito possível que seja temporário e que quando Mercúrio fique direto vocês se reúnam novamente para conversar e possam se entender melhor. Se estiver curioso, faça aqui o tarô do amor e veja as tendências para o seu relacionamento.

4. MERCÚRIO RETRÓGRADO É SEMPRE A PIOR FASE DO ANO
MITO.
A verdade é que nem todo mundo sente Mercúrio retrógrado com a mesma intensidade. Além disso, Mercúrio é um planeta pessoal rápido, o que significa que seu movimento isolado no céu raramente será sentido pela gente, a menos que ele faça contatos com pontos e planetas no nosso mapa. Veja aqui como ver as previsões para a sua vida durante Mercúrio retrógrado.

5. MERCÚRIO RETRÓGRADO É SEMPRE RUIM
MITO.
Nada é sempre ruim. Tudo depende da situação do momento e para quem. Se você estiver cheio de pendências, Mercúrio retrógrado pode diminuir o ritmo geral do que está rolando em outras áreas da sua vida e te dar espaço e tempo para lidar com as questões atrasadas. Por outro lado, para quem nasceu com Mercúrio retrógrado, a retrogradação desse no céu pode funcionar como um fator liberador daquela energia que no mapa natal da pessoa está introjetada.

6. TUDO QUE SE COMEÇA COM MERCÚRIO RETRÓGRADO NÃO DURA
SIM E NÃO.
A verdade é que Mercúrio retrógrado por si só não determina que não vai durar, mas pede que esperemos até o final do trânsito para confirmar se quando Mercúrio ficar direto você ainda vai querer aquilo e se a pessoa ou a situação ainda estará presente.

7. COM MERCÚRIO RETRÓGRADO, TUDO DÁ ERRADO
SIM E NÃO. Com Mercúrio retrógrado, nossos processos mentais não estão funcionando de acordo com o nosso normal. Com isso, as coisas à nossa volta (que são regidas e orientadas por outras pessoas cujos processos mentais também estão funcionando diferentemente) não acontecem dentro do que estamos acostumados e do que esperamos. Mercúrio retrógrado nos pede que nos planejemos e tenhamos planos alternativos para tudo que envolva nosso dia a dia e rotina.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem