Astrologia

Vênus, planeta do amor, chega ao signo de escorpião e deixa as relações mais intensas

Mudança acontece nesta terça e afeta solteiros e comprometidos

Período será de sedução
Período será de sedução - Fotolia
Descrição de chapéu Personare
Vanessa Tuleski
São Paulo

A época de trânsito de Vênus em Escorpião costuma ser de amor intenso –para o bem e para o mal. Confira as previsões para solteiros e comprometidos durante o período, que começa em 8 de outubro de 2019.

Para os Solteiros:

As temperaturas sobem quando ocorre o trânsito de Vênus em Escorpião, pois a sexualidade fica mais evidenciada. Mas se essa não é a sua única praia e você gosta de um pouco de romantismo, procure deixar isso claro. Se você quer exercer a sensualidade, vá em frente e comece pelo olhar ou passando mensagens de duplo sentido, que deixem as suas (más) intenções no ar.

Dicas:

>>> realce os olhos;
>>> capriche na make;
>>> combine aquele olhar sedutor com o tal “sorriso torto”;
>>> seja ousada(o) e instigante!

Para quem está Comprometido: 

O relacionamento pode dar uma balançada neste período, pois o que não está bem tende a aparecer. Talvez você ache que os problemas são mais sérios do que de fato são, mas de todo modo as dificuldades merecem atenção. Se sentir que está à beira de um ataque de nervos, espaireça para retomar o equilíbrio e refletir se a relação vale a pena.

É hora de tentar obter uma perspectiva mais justa e distanciada para lidar com possíveis diferenças e conflitos. Você também sentirá mais necessidade de comunicar seus sentimentos. Talvez perceba que é preciso colocar questões em pratos limpos e propor novos acordos.

Outra coisa: nada de pouco sexo, pois Vênus em Escorpião pede um reforço da privacidade e intimidade, e sexo é um dos maiores sinalizadores dos sentimentos envolvidos e da conexão de um casal. Por isso, dê mais destaque ao papel de amante, e não só de parceiro(a), amigo(a), atuando com mais criatividade e sensualidade. E fique mais próximo de quem você gosta, colocando mais sentimento na relação.

personare
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem