Você viu?

Aguinaldo Silva critica atores e roteiro de 'La la Land' em rede social; internautas rebatem

Aguinaldo Silva,  autor de novelas de sucesso como 'Vale Tudo' (1988), 'Senhora do Destino' (2004),  e 'Império' (2014), usou seu perfil no Facebook para criticar o filme "la La Land", que concorre a 14 Oscars. Apesar do sucesso do musical, o autor de novelas detestou o longa.

"Acabei de ver 'La  LaLand'. Se este foi o melhor filme produzido este ano, então o cinema acabou. Os atores não têm o que fazer a não ser caras e bocas", escreveu. Os protagonistas Emma Stone e Ryan Gosling estão indicados ao prêmio. 

"La La Land" foi indicado a 14 Oscars
"La La Land" foi indicado a 14 Oscars - Reprodução

Aguinaldo também não poupou o roteiro: "A história é pífia, os encontros e desencontros entre os dois são falsos e forçados, enfim... É um filme que ganhará todos os prêmios, sim... E depois será esquecido".

O comentário desagradou Internautas e fãs de "La La Land", que relembraram "Crô - o filme", de 2013, escrito por Aguinaldo a partir do personagem que ele criou na novela "Fina Estampa"(2011).

"Crô - o filme", comédia escrita por Aguinaldo Silva
"Crô - o filme", comédia escrita por Aguinaldo Silva - Reprodução

Na época da estreia, o longa foi duramente criticado; para a Folha,  o crítico de cinema Alexandre Agabiti Fernandez escreveu que a comédia era "obtusa, desrespeitosa e sem graça, uma agressão ao bom senso e à inteligência do espectador". Mesmo assim, mais de um milhão de ingressos foram vendidos.

Leia o comentário de Aguinaldo Silva na íntegra:

"O CINEMA MORREU!

Acabei de ver La La Land. Se este foi o melhor filme produzido este ano, então o cinema acabou. Os atores não têm o que fazer a não ser caras e bocas, quando dançam não passam magia nem emoção, dá para perceber que ensaiaram rigorosamente cada passo durante semanas até no mais mínimo gesto de dedos, mas ficaram a quilômetros da perfeição... Olhem só a mão do rapaz na foto: vocês acham que Gene Kelly alguma vez na vida faria esse bico-de-pato? A história é pífia, os encontros e desencontros entre os dois são falsos e forçados, enfim... É um filme que ganhará todos os prêmios, sim... E depois será esquecido. Quando eu penso que Moulin Rouge, este sim, um musical revolucionário, não ganhou o Oscar... Desligo o bluray e volto correndo para as séries da Netflix."




Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem