Publicidade

televisão

João Doria Jr. quer ser efetivado em "O Aprendiz"

23/10/2011 - 08h00

Publicidade

KEILA JIMENEZ
COLUNISTA DA FOLHA

Dessa vez, quem está na sala de reunião torcendo para não ser demitido é o apresentador. Com estreia prevista para 1 de novembro, a nova edição de "O Aprendiz" (Record), pode ser a última de João Doria Jr. na emissora.

João Doria Jr. tenta mudar imagem em novo "O Aprendiz"

Ele assumiu o reality show em 2010, no lugar de Roberto Justus, que foi para o SBT. Justus voltou, mas a oitava edição da atração segue com Doria, que tem contrato com a Record até dezembro.

"Eu e Justus somos amigos e a Record teve a delicadeza de me avisar que ele estava voltando", diz Doria.

"Eu, se fosse a Record, aguardaria os resultados deste programa para tomar uma decisão em relação aos próximos. Penso como empresário. Acho absolutamente natural isto. Não conversei com a Record sobre o futuro. Estou de acordo com o que eles estiverem de acordo. Se esta ação funcionar tão bem quanto imaginamos, ótimo."

O vencedor da nova edição de "O Aprendiz" não ganhará um emprego, e sim R$ 1,5 milhão para investir no próprio negócio. O empreendedorismo será o mote da atração.

"É a única forma de dar uma nova quilometragem ao programa", afirma Doria.

Para segurar a atenção do espectador, a idade média dos participantes (agora na faixa dos 32 anos), aumentou, juntamente com o nível das discussões. Saem os universitários novatos, entram profissionais que já atuam no mercado.

"Se você tem uma atitude forte, o jovem se retrai e fica quieto. Já o empresário não. Ele irá reagir, na expressão, na voz. Isto deu uma vida maior ao programa. E uma oportunidade para exercer aquilo que faço no dia-a-dia."

Reprodução/Record
João Doria Jr
O empresário e apresentador João Doria Jr., que ainda não sabe se fará novas temporadas de "O Aprendiz"
  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

resumo das novelas

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha